Page 7 - Caminhos do Sul / Editora Expressão
P. 7





Apresentação











A ideia de trilhar os caminhos históricos da formação da região Sul brotou da curiosidade
de quem, ao longo de vários anos, percorreu seu território para compreender a economia re-
gional e conhecer seus principais atores. Minha experiência em jornalismo econômico inclui o
trabalho em diversos veículos, dentre eles a revista Expressão, uma pioneira nessa abordagem. A

revista nasceu no início dos anos 90 com o objetivo de prestigiar a economia regional, vigorosa
porém pouco conhecida pelo público em geral. O foco inicial era Santa Catarina, depois foi es-
tendido para toda a região. A Editora Expressão segue atuando no mercado regional, agora pro-
duzindo livros como este. Era, portanto, natural que uma abordagem referente à formação his-
tórica bastante adequada ao formato do livro com ênfase no desenvolvimento econômico e

seus personagens tivesse acolhida na editora e se tornasse um projeto cultural de êxito.
Com fidelidade à tradição jornalística, o conteúdo foi pensado e elaborado para ser atraen-
te e acessível ao leitor comum. Escrito de forma sintética, com uma linguagem leve, ressaltando
curiosidades, valorizando os pioneiros, bem ilustrado, o livro destina-se a quem deseja conhecer
as origens da região sem ter que para isso recorrer a teses acadêmicas, que normalmente se apro-
fundam em um único aspecto, distanciando-se dos leitores não especializados. O livro Caminhos
do Sul oferece uma visão panorâmica e sintética do assunto.

A maneira encontrada para organizar o tema que é vastíssimo foi a definição de oi-
to caminhos, que correspondem aos capítulos do livro. Eles não são aleatórios, pois com-
binam com eventos importantes e com os processos de movimentação e assentamento de
pessoas e de recursos pelos territórios que hoje compõem os estados do Sul. Tanto que al-
guns dos caminhos definidos já foram objeto de outras obras, que abordaram temas como o

tropeirismo ou as imigrações de açorianos e outros povos europeus. A novidade aqui é orga-
nizar esses e outros temas, apresentados na forma de caminhos, em uma mesma obra, para
que o leitor tenha uma visão geral de todo o processo de ocupação e desenvolvimento eco-
nômico da região Sul.
Os capítulos, em muitos casos, se inter-relacionam, e a visão de conjunto é capaz de propor-
cionar um entendimento mais amplo do processo que deu origem ao Sul que hoje conhecemos.

Um exemplo: as missões jesuíticas (capítulo 2) introduziram o gado no Rio Grande do Sul, que
era arrebanhado e transportado pelos tropeiros (capítulo 3) e que também deu origem às estân-
cias e amparou a formação cultural do gaúcho (capítulo 5). Outro caso é o dos imigrantes euro-
peus da Serra Gaúcha (capítulo 6), cujos descendentes se deslocaram para colonizar o oeste de
Santa Catarina e do Paraná (capítulo 7). Apesar de haver muitas conexões entre os caminhos, o
livro foi pensado de modo a permitir a leitura de capítulos individualmente. Como houve a pre-
   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12