23º Prêmio Expressão de Ecologia
(2016-2015)

Conheça abaixo os vencedores do 23º Prêmio Expressão de Ecologia, por ordem alfabética. Os projetos com link em vermelho estão disponíveis na íntegra para download em formato PDF. Conheça também os 129 projetos ambientais participantes inscritos nesta edição da premiação.

 

129 projetos inscritos
27 projetos vencedores
Premiação: FIESC (26/8/2016)

 

Organização: Adami
Cidade: Caçador (SC)
Categoria: Controle da Poluição
Título do projeto: Aterro Industrial  Adami
Resumo: Trata-se de um local com área de aproximadamente 5,7 ha e estimativa de 15 anos de vida útil. O aterro foi projetado de acordo com a legislação ambiental vigente e sua importância para o sistema de gestão ambiental do processo de fabricação de embalagens deve ser destacada. Da mesma forma que o efeito da disposição final correta de resíduos não recicláveis, contemplando o reúso e consequentemente a geração reduzida de resíduos.

Organização: Apremavi
Cidade: Atalanta (SC)
Categoria: Educação Ambiental
Título do projeto: Projeto Araucária
Resumo: É realizado em 13 municípios de Santa Catarina, seis deles na região do Alto Vale do Itajaí: Atalanta, Vitor Meireles, Dona Emma, Braço do Trombudo, Santa Terezinha e Salete; e sete na região oeste: Chapecó, Guatambu, Galvão, São Domingos, Abelardo Luz, Passos Maia e Ponte Serrada. A iniciativa tem como objetivo a conservação e a recuperação de remanescentes florestais da Mata Atlântica recuperando áreas degradadas e do enriquecendo florestas secundárias.

Organização: Aurora Alimentos
Cidade: Chapecó (SC)
Categoria: Gestão Ambiental
Título do projeto: Gestão Ambiental Aurora Alimentos um Compromisso de Todos
Resumo: Mantém programas que minimizam os impactos ambientais nas suas unidades e nas propriedades de seus associados. Em 2014, o Programa descartou corretamente 5.357 toneladas de materiais. Além disso, deu origem a ações comunitárias e já atendeu mais de 200 mil crianças. A cada ano a Aurora Alimentos reforça os compromissos através da melhoria contínua dos processos operacionais, contribuindo para o desenvolvimento sustentável. 

Organização: Celulose Irani
Cidade: Vargem Bonita (SC)
Categoria: Gestão Ambiental
Título do projeto: Estudo de Caso - Análise do Ciclo de Vida do Papel e Papelão Ondulado
Resumo: O projeto permite a avaliação de estágios consecutivos e encadeados da produção de papel e embalagens que contribuem nos impactos ambientais, desde a produção de matérias-primas até a destinação final dos resíduos em aterro ou por meio de reciclagem. Com isso, conseguiu-se comprar energia 100% renovável para reduzir as emissões de gases de efeito estufa; implantar projeto de coleta de gases não condensáveis, além de reduzir a carga orgânica lançada nos afluentes.

Organização: Cemear em parceria com Instituto Oi Futuro
Cidade: Presidente Getúlio (SC)
Categoria: Tecnologias Socioambientais
Título do projeto: Sabores da Roça
Resumo: Facilitar o acesso a alimentos saudáveis de origem agroecológica e construir caminhos junto às famílias agricultoras na região catarinense do Vale do Itajaí são os objetivos. São desenvolvidas ações integradas no campo da produção, da distribuição e do consumo dos alimentos, com o apoio da equipe técnica do Cemear junto a consumidores urbanos e famílias agricultoras dessa região interessadas em desenvolver a produção de alimentos.

Organização: Ceusa
Cidade: Urussanga (SC)
Categoria: Conservação de Insumos de Produção – Recursos Minerais
Título do projeto: Uso Racional dos Recursos Minerais na Indústria Cerâmica
Resumo: Na indústria cerâmica, o uso dos recursos minerais é fundamental para a obtenção do produto final. A água usada no processo de retífica é fundamental, pois é utilizada como interface entre a peça cerâmica e o material abrasivo. Por isso, eliminar a água na etapa de secagem é o principal objetivo da Ceusa. A absorção de água do corpo cerâmico, que até então era de 4 a 8%, foi reduzida para índices abaixo de 0,3%.

Organização: Cidasc
Cidade: Florianópolis (SC)
Categoria: Agropecuária
Título do projeto: Sanitarista Junior
Resumo: É voltado para crianças a partir de oito anos do ensino fundamental das escolas catarinenses municipais, estaduais e particulares. Realiza atividades em 39 escolas parceiras de 18 municípios, envolvendo 1.373 crianças. O projeto trabalha as questões relativas à defesa agropecuária e visa conscientizar as crianças sobre a redução dos impactos ambientais causados pela utilização de agrotóxicos e medicamentos veterinários na saúde humana e ambiental.

Organização: Coamo
Cidade: Campo Mourão (PR)
Categoria: Conservação de Insumos de Produção – Água
Título do projeto: Sustentabilidade na Manutenção de Veículos
Resumo: É fundamental reduzir ao máximo a utilização de água, empregando métodos que otimizem o seu uso. O projeto de sustentabilidade na manutenção de veículos consiste na instalação de um sistema composto de cisternas com capacidade de 180.000 litros, aquecimento solar, estação de tratamento e reúso de água. A redução global no consumo de água é na ordem de 84%, o suficiente para encher quatro piscinas olímpicas ou abastecer 72 residências por um ano.

Organização: Cocari
Cidade: Mandaguari (PR)
Categoria: Educação Ambiental
Título do projeto: Meio Ambiente – Eu Cuido!
Resumo: Lançado em 2013, em parceria com a Bayer, o Instituto Ambiental do Paraná e a Prefeitura de Jandaia do Sul (PR), o projeto consiste no plantio de mudas de essências nativas por estudantes da rede municipal. Participaram crianças de 6 anos de idade que plantaram as mudas, formando pequenos bosques. As crianças que, na maioria, têm cotidiano ligado à vida urbana, puderam aprender sobre agricultura e vivenciar um pouco do que ocorre no meio rural.

Organização: Eletrosul
Cidade: Florianópolis (SC)
Categoria: Gestão Ambiental
Título do projeto: Eficientização do Edifício Sede da Eletrosul
Resumo: Buscou-se tornar o edifício mais eficiente por meio da modernização dos sistemas de iluminação, condicionamento de ar e uso da água. Para isso, foram instalados sanitários com tecnologias que visam reduzir o desperdício de água potável e maior eficiência ao sistema de iluminação. Gradativamente ações são implantadas no edifício com intuito de conservar os recursos naturais.

Organização: Epagri em parceria com a UFSC e o ICMBio
Cidades: Urubici, Bom Jardim da Serra e Orleans de Grão Pará (SC)
Categoria: Conservação de Recursos Naturais
Título do projeto: Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade do Parque Nacional de São Joaquim
Resumo: O Parque Nacional de São Joaquim é uma das unidades de conservação mais visitadas do Brasil. Está localizado no limite sul da Mata Atlântica e representa importante área de recarga e descarga do Aquífero Guarani. Apesar disso, o desconhecimento da sua biodiversidade se reflete na ausência de um plano de manejo. Foi feita uma caracterização ambiental do parque. Dois módulos já foram implantados e diversos grupos já estão sendo pesquisados.

Organização: Grupo RIC Santa Catarina
Cidade: Florianópolis (SC)
Categoria: Marketing Ecológico
Título do projeto: Grupo RIC Santa Catarina: Pioneiro na Neutralização de Carbono na Comunicação Brasileira
Resumo: Como a principal fonte de receita comercial do grupo envolve a captação, produção e veiculação de publicidade, a empresa buscou avaliar qual era o impacto da geração de gases do efeito estufa nas atividades relacionadas aos anúncios. Um projeto pioneiro de neutralização de carbono foi feito com o plantio de 8.000 mudas de espécies nativas. Com isso, é possível as empresas de comunicação executarem projetos de gestão ambiental e controle da poluição.

Organização: Instituto Emater
Cidade: Tomazina (PR)
Categoria: Agropecuária
Título do projeto: Manejo Adequado de Dejetos Animais na Bovinocultura Leiteira da Microbacia Barra Mansa
Resumo: A atividade leiteira é principal fonte de renda das pequenas propriedades da Microbacia Barra Mansa, em Tomazina. Os dejetos produzidos se acumulam em grandes volumes, de quase 1 milhão de litros por mês, causando sérios problemas ambientais. Foram construídas esterqueiras impermeabilizadas e a aquisição de um distribuidor de esterco líquido para ser utilizado de forma comunitária. O que antes era um problema passou a dar retorno econômico ao produtor na forma de fertilizante.

Organização: Instituto Espaço Silvestre
Cidade: Itajaí (SC)
Categoria: Conservação da Vida Silvestre
Título do projeto: Reintrodução do Papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea) no Parque Nacional das Araucárias
Resumo: Devido à retirada ilegal de aves da natureza e à perda de habitat, o papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea) está em risco de extinção e o projeto reintroduz a espécie no Parque das Araucárias. São realizadas atividades de educação ambiental, capacitação e geração de trabalho e renda para as comunidades. As ações visam diminuir a pressão sobre os recursos naturais, gerando apreciação pelo ambiente e valor econômico ao papagaio livre.

Organização: Klabin em parceria com a UDESC
Cidade: Urubici (SC)
Categoria: Conservação de Recursos Naturais
Título do projeto: Reserva Particular do Patrimônio Natural Estadual - Complexo Serra da Farofa
Resumo: Atinge os municípios de Bocaina do Sul, Painel, Rio Rufino, Urubici e Urupema. Com área total de 4.987,16 ha, a reserva serve de abrigo para pelo menos 600 espécies da flora e 75 da fauna, muitas delas em risco de extinção, como o papagaio-charão, o tamanduá-mirim, a jaguatirica e o leão-baio.

Organização: Netzsch
Cidade: Pomerode (SC)
Categoria: Gestão Ambiental
Título do projeto: Logística Reversa de Componentes de Bombas
Resumo: Recebimento de peças das bombas sucateadas pelos clientes após o término de vida útil. O material recebido é separado e classificado junto aos demais resíduos gerados na produção das bombas, tais como metais ferrosos e não ferrosos. Após a segregação, o material é encaminhado a uma fundição que beneficia as sucatas e as transforma novamente em aço para o mercado da construção civil. 90 toneladas de peças sucateadas foram encaminhadas para fundição.

Organização: Porto de Imbituba em parceria com o Projeto Baleia Franca
Cidade: Imbituba (SC)
Categoria: Conservação da Vida Silvestre
Título do projeto: Programa de Pesquisa e Monitoramento das Baleias Francas no Porto de Imbituba e Adjacências
Resumo: Devido à ampliação da capacidade operacional do Porto de Imbituba, é preciso preservar e  monitorar a Baleia Franca, espécie migratória que utiliza a costa catarinense para se acasalar, procriar e amamentar seus filhotes. A população de baleias que frequenta a costa brasileira apresenta sinais de recuperação e taxa de crescimento, mas ainda é considerada vulnerável.

Organização: Portonave
Cidade: Navegantes (SC)
Categoria: Recuperação de Áreas Degradadas
Título do projeto: Nossa Praia – Projeto de Recuperação e Proteção da Orla de Navegantes
Resumo: O Porto realizou amplo estudo, executado por uma empresa de consultoria técnica da área, que originou um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas em Navegantes (SC).  A empresa, por meio de parceria firmada com a Prefeitura, iniciou as ações referentes ao projeto Nossa Praia em 2015. A área total a ser recuperada é de 102 ha – equivalente a mais de 100 campos de futebol – considerada uma das maiores obras de recuperação de orla de praia urbana do Brasil.

Organização: Prefeitura de Caxias do Sul
Cidade: Caxias do Sul (RS)
Categoria: Conservação de Insumos de Produção – Água
Título do projeto: Água Limpa - Desafio para o Desenvolvimento Consciente e Sustentável
Resumo: O programa tem o objetivo de despertar a importância do saneamento básico nas propriedades rurais do município gaúcho de Caxias do Sul. Abastecimento da população rural com água potável através da recuperação de vertentes e do abastecimento comunitário por poços artesianos, além da instalação de sistema de esgotamento sanitário. Também faz a destinação adequada das águas servidas e dos dejetos de animais.

Organização: Prefeitura de Ipiranga
Cidade: Ipiranga (PR)
Categoria: Educação Ambiental
Título do projeto: Ipiranga Sustentável
Resumo: Conscientização sobre os cuidados com o descarte adequado de resíduo reciclável. Os alunos participam de uma gincana ambiental e realizam mutirões de entrega voluntária de recicláveis. Vários temas são trabalhados durante as palestras em todas as escolas, como água, fontes de energia, resíduos e destinação, animais e guarda responsável, cooperação ambiental, consciência ambiental e consumo sustentável. Foram arrecadadas 8 toneladas de recicláveis.

Organização: Prefeitura de Porto Belo em parceria com Instituto Ambiental Ecosul
Cidade: Porto Belo (SC)
Categoria: Bem-Estar Animal
Título do projeto: Educação Ambiental Humanitária Respeito a Todas as Formas de Vida
Resumo: Programa de educação humanitária ambiental voltado para conscientização dos alunos de ensino fundamental de Porto Belo (SC) e da comunidade local. Enfocando o fortalecimento de valores o programa busca estimular mudanças de atitudes e hábitos relacionados à guarda responsável de animais domésticos, preservação ambiental, conservação da água, proliferação de zoonoses, destinação inadequada do lixo e o respeito aos direitos dos cidadãos e dos animais.

Organização: RGE - Rio Grande Energia
Cidade: Caxias do Sul (RS)
Categoria: Turismo e Qualidade de Vida
Título do projeto: Projetos de Arborização Urbana - RGE
Resumo: O objetivo é promover os benefícios ambientais da arborização urbana, relativos ao clima, à qualidade do ar, nível de ruídos, balanço hídrico, paisagismo. Propõe projetos de arborização urbana, o que melhora a qualidade de vida dos cidadãos. Aproximadamente 7 mil árvores de 46 espécies nativas do Rio Grande do Sul foram plantadas em áreas urbanas de 88 municípios, colaborando com os ambientes da área de abrangência da concessionária de energia elétrica.

Organização: Termotécnica
Cidade: Joinville (SC)
Categoria: Gestão Ambiental
Título do projeto: O Relatório de Sustentabilidade como uma Ferramenta de Melhoria da Gestão Ambiental
Resumo: A partir de diversas pesquisas, consolidou sua matriz de materialidade e buscou dar mais atenção e visibilidade aos aspectos priorizados por seu público. No Relatório de 2014, melhorias são apresentadas alinhadas às demandas e à estratégia sustentável da empresa, que está baseada em economia sustentável, valorização das pessoas, bem como na gestão e no desempenho ambientais.

Organização: Tide Trends
Cidade: Florianópolis (SC)
Categoria: Gestão Ambiental
Título do projeto: Case Beach & Mountain Challenge: o Primeiro Evento Multiesportivo do Brasil a Garantir Certificação Lixo Zero e Aliar Promoção Social
Resumo: A iniciativa é um evento que reúne provas de cinco modalidades esportivas: corrida, aquatlhon, natação, stand up paddle e canoa havaiana. Conquistou-se a Certificação Lixo Zero. A Tide ainda promoveu a educação ambiental, com projetos sociais. É um evento que garante a colaboração da sustentabilidade socioambiental do seu entorno e tem o objetivo de se tornar um exemplo para outros eventos esportivos no Brasil.

Organização: Tractebel Energia
Cidade: Florianópolis (SC)
Categoria: Inovação Tecnológica
Título do projeto: Projeto de Pesquisa & Desenvolvimento em Energia Solar Fotovoltaica
Resumo: Das fontes de energia renováveis, a energia solar fotovoltaica é a que mais cresce no mundo. O Brasil tem alto potencial para aproveitamento dessa fonte de energia. Instalação, operação e monitoramento de módulos de avaliação com tecnologias fotovoltaicas e estações solarimétricas. O objetivo é o monitoramento de distintas tecnologias para avanço científico e aplicação prática da geração de energia solar.

Organização: Viaeco
Cidade: Porto Alegre (RS)
Categoria: Reciclagem
Título do projeto: Viaeco - Porque a Moda Também tem o seu Papel na Reorganização do Planeta
Resumo: Descarte ambiental adequado de malotes bancários velhos. Produção de bolsas artesanais que são vendidas pela internet para clientes de todo o Brasil, como também para outros países, como o Canadá e a Alemanha. No futuro, a marca pretender ampliar seu alcance e a linha de produtos, buscando atender a um mercado crescente de pessoas conscientes que acreditam que a moda também tem o seu papel na reorganização do planeta.

Organização: Votorantim Cimentos
Cidade: Rio Branco do Sul (PR)
Categoria: Conservação de Insumos de Produção – Energia
Título do projeto: Pionerismo no Brasil no Coprocessamento de Resíduos Industriais em Fornos de Cimento na Fábrica de Rio Branco do Sul
Resumo: A empresa é pioneira no coprocessamento de pneus, utilizando resíduos industriais como substitutos de matérias-primas e combustíveis de forma segura e definitiva. Nesse processo, a parte orgânica dos resíduos é destruída, havendo o aproveitamento energético. Usa pneus inteiros e picados como um substituto no uso de combustíveis fósseis, o que reduz a emissão de CO2. O acúmulo de água é foco da proliferação da dengue e de outras doenças.

Vencedores por ano:

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.