01/10/2014 Cursos sobre vida sustentável e consumo consciente atraem 3 mil

Cursos sobre vida sustentável e consumo consciente atraem 3 mil

Potes reutilizáveis: opção a ser seguida. Foto: divulgação.

Dois cursos online promovidos em 2014 pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) atraíram 2.964 alunos. As opções ”Estilos de Vida Sustentável” e “Criança e o Consumo Consciente” foram realizadas em plataforma Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e receberam mais de 11 mil acessos.


Por conta da boa receptividade dos temas, a analista Ambiental do MMA e responsável pela elaboração do conteúdo do curso sobre estilo de vida, Vana Freitas, garante que haverá novas turmas, em data a ser definida. Segundo ela, as orientações sobre mudanças de comportamento a serem aplicadas na prática diária foi o ponto que mais despertou interesse dos alunos. “Um estilo de vida mais sustentável pode mudar a nossa relação com o meio ambiente e com as pessoas”, ressalta.


SUSTENTABILIDADE


Sustentabilidade foi o eixo principal dos cursos. Tornou-se princípio essencial, a partir do crescimento da população mundial e de uma economia fundamentada no consumo dos recursos naturais.


Neste sentido, os cursos reuniram práticas verdes e informações ecológicas, de como repensar o modelo atual de produção e consumo. Os atuais estilos de vida e padrões de consumo são insustentáveis. O desafio é ter um estilo de vida sustentável, ou seja, suprir nossas necessidades individuais e desejos dentro dos limites dos recursos disponíveis.


Veja como a mudança de pequenos hábitos no dia a dia previstos no “Pequeno Guia de Consumo em um mundo pequeno” pode fazer a diferença:


- Cancelar o envio de correspondência que não interessa pode ser uma ótima opção para reduzir o consumo de papel.
- Se preferir ler textos impressos, faça assinatura comunitária de jornais e revistas com amigos e vizinhos.
- Que tal só trocar de celular quando parar de funcionar?
- Em festas e reuniões, é possível usar menos descartáveis.
- Quando suspeitar de uso de mão de obra infantil ou escrava na confecção de algum produto, não compre.
- Que tal comprar em brechós, reformar e customizar roupas, sapatos e acessórios? Quando não for usar mais, doar é uma excelente opção.
- Para diminuir o uso de papel, é interessante revisar na tela antes de imprimir e deixar para imprimir só o necessário, usando frente e verso do papel.
- Se for montar ou reequipar sua casa, prefira móveis usados, caso não possa restaurar os que já possui.
- Só compre madeira certificada, de manejos que respeitem a vida da floresta.
- Os cosméticos feitos com produtos orgânicos são uma alternativa aos convencionais.
- Armazenar alimentos em potes com tampas é uma ótima opção para evitar embrulhos descartáveis.
- Prefira alimentos cultivados na sua região e evite o desperdício.
 - Reserve um cantinho verde na varanda (da cozinha ou da área de serviço) para um tempo seu com a terra. Utilize o pó de café usado como adubo.
- Para evitar o uso de garrafa descartável de água, use um squeeze abastecido com água filtrada.
- Evite usar o carro nos horários e locais de maior congestionamento. Para trajetos curtos, opte pela bicicleta, por exemplo.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.