02/06/2014

SESI/SC faz parceria com Harvard e NIOSH para buscar inovação

Parceria com entidades americanas vai promover a troca de conhecimento em qualidade de vida. Foto: Filipe Scotti.

O SESI/SC, entidade da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), firmou parceria com a Harvard University e com a agência norte-americana National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH) para a implantação de um núcleo de inovação na área de qualidade de vida. A iniciativa permitirá o desenvolvimento de projetos em segurança e saúde no trabalho.

O instituto será orientado para atender as demandas industriais. Para o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, evoluir e desenvolver a questão da segurança e saúde no trabalho irá assegurar maior produtividade para a indústria e um trabalhador com maior qualidade de vida para si mesmo e sua família. "Queremos contribuir para uma redescoberta do valor do trabalho, da importância e da dimensão que ele tem para as pessoas e a sociedade. Um trabalhador mais produtivo torna a indústria mais competitiva", diz Côrte.

Para dar início aos trabalhos, a equipe do SESI participou do Workshop Internacional Inovação em Saúde, Segurança e Produtividade, realizado nos dias 26 e 27, em Brasília. O evento, que promoveu a troca de experiências técnicas, reuniu 30 profissionais do SESI com especialistas em segurança e saúde no trabalho Harvard e NIOSH. Após o evento em Brasília, os participantes seguiram para Santa Catarina, onde visitaram no dia 28, em Joinville, uma indústria metalmecânica e instalações do SESI. Na quinta (29), em Florianópolis, os participantes discutiram o tema inovação em segurança e saúde no trabalho e definiram propostas para parceria com NIOSH e Harvard. 

O gerente executivo de qualidade de vida do SESI Nacional, Sérgio Motta, explica como as demandas do setor serão atendidas. "As indústrias e os especialistas das áreas de inovação se reunirão para traduzir os serviços a serem prestados para o setor. Os núcleos trabalharão com inovação aberta, estabelecendo redes com universidades locais e internacionais, além de institutos", complementa Motta. 

De acordo com Andrea Okun, diretora-adjunta de colaborações globais do NIOSH, a parceria pode ser uma via de mão dupla. "NIOSH pode contribuir com uma experiência de muitos anos de pesquisa na área para a melhoria da segurança e saúde no trabalho. Os EUA passam por uma mudança cultural com o predomínio da população hispânica. Queremos aprender como o Brasil e com o SESI como lidar com todas essas questões culturais para que também possamos melhorar a efetividade dos nossos programas", salientou Andrea.

A pesquisadora de Harvard, Deborah McLellan, falou sobre a contribuição da universidade para os núcleos. "O modelo que Harvard traz é de saúde total do trabalhador, fundamental porque integra toda a parte de segurança e saúde do trabalho, riscos ocupacionais relacionados ao ambiente de trabalho, a questão do estilo de vida e bem-estar do trabalhador, parte física, stress, psicossocial e questão relacionadas com doenças crônicas e metabólicas", explica McLellan.

Inovação

O SESI Nacional lançou, no mês de maio, o Programa de Inovação em Saúde, Segurança e Produtividade, por meio do qual implantará os núcleos de inovação, com uma lógica de operação em rede, para realizar pesquisas e desenvolvimentos nas áreas de interesse da indústria e da saúde do trabalhador, visando a aumentar a competitividade do setor.

Fonte: Miriane Campos/ Assessoria de Imprensa da FIESC.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.