02/08/2017 Viveiro Jardim das Florestas é premiado pela Editora Expressão

Viveiro Jardim das Florestas é premiado pela Editora Expressão

Gilmar dos Santos, Sidnei Prochnow e Luis Esser representaram a Apremavi na premiação da categoria Conservação de Recursos Naturais entregue por Ricardo Castelli, do ICMBio. Foto: Marcos Campos.

O Viveiro de Mudas Jardim das Florestas, da Apremavi, foi um dos vencedores do 24º Prêmio Expressão de Ecologia entregue durante o Fórum de Gestão Sustentável 2017 na última sexta-feira (28) na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis.

 

Na categoria Conservação de Recursos Naturais, o prêmio recebido pelo Viveiro reafirma a importância do trabalho desenvolvido pela instituição na busca da sustentabilidade ambiental, pois assim como as mudas viram árvores, também é objetivo da Apremavi que as atividades em prol da natureza sejam cada vez mais sólidas e perenes.

 

Funcionários do Viveiro, Sidnei Prochnow, Luis Esser e Gilmar Santos, receberam o Troféu Onda Verde das mãos de Ricardo Castelli, Superintendente do Instituto Chico Mendes para Conservação da Natureza (ICMBio) para a Região Sul. Para Sidnei, na Apremavi a cerca de 20 anos, “é muito gratificante ser reconhecido pelo serviço que desenvolvemos no interior de Santa Catarina e muito importante saber que o desenvolvimento da instituição e seu crescimento estão atrelados ao ganho ambiental do Estado”.

 

Para o Vice-Presidente da Apremavi, Edinho Schaffer, receber o prêmio “é um exemplo para a nova geração de funcionários da Apremavi… que venham os próximos 30 anos!”.

 

Graziela Hoffmann, Secretária Executiva da Apremavi, comenta que é muito gratificante trabalhar numa instituição que pela 7a vez recebe o Prêmio Expressão de Ecologia, “é prazeroso acompanhar o trabalho de uma instituição que não visa o lucro, mas batalha pelo objetivo de trazer consciência ambiental a toda comunidade”.

 

Edegold Schaffer, Coordenador Geral da Apremavi, dedica o prêmio recebido a equipe de funcionários do Viveiro. “O Prêmio vem coroar o trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos e por isso precisa ser compartilhado com todos os funcionários – atores principais do Viveiro Jardim das Florestas, que fizeram que ele tenha o reconhecimento, tanto pela quantidade como pela diversidade de espécies de mudas produzidas”, comentou. Destacou ainda que “o prêmio vai servir como motivação para que a Apremavi possa cada vez mais seguir na sua jornada e lutar por um mundo mais sustentável”.

 

Para Daiana Barth, Técnica Ambiental da Apremavi, receber o prêmio “é muito gratificante e reforça todo o trabalho, a dedicação e o comprometimento da equipe da Apremavi com os projetos que a instituição desenvolve”.

 

“A Apremavi é uma família e eu me sinto muito feliz por fazer parte dela há 12 anos”, comentou Luis Esser, Viveirista.

 

Maria Luiza Schimtt, Coordenadora Administrativa, destaca que “receber essa homenagem no ano em que a Apremavi completa 30 anos é reconhecer a importância dos trabalhos de recuperação de áreas degradadas, do planejamento de propriedades e paisagens e do trabalho com as comunidades”.

 


Uma equipe da RBA TV acompanhou a Apremavi até Florianópolis e fez uma bela reportagem sobre o recebimento do Prêmio. Fonte: RBA TV.

 

 

Miriam Prochnow é escolhida Personalidade Ambiental de Santa Catarina

 

A fundadora e atual Presidente da Apremavi, Miriam Prochnow, recebeu o troféu Onda Verde de Personalidade Ambiental pelos visionários trabalhos desenvolvidos ao longo de sua jornada e por ser considerada uma aguerrida guardiã das florestas. “O Prêmio Expressão de Ecologia é um reconhecimento muito importante das atividades que temos desenvolvido nos últimos 30 anos. Estendo essa homenagem à família Apremavi e a todos os ambientalistas de Santa Catarina e do Brasil pelas atividades que desenvolvem em prol da qualidade de vida de todos os seres vivos”, destacou Miriam.

 

Aplaudida de pé durante o Fórum, Miriam fez um chamamento a toda a comunidade: “vamos juntar todas essas ondas verdes de projetos e transformá-los em um tsunami em favor do desenvolvimento de paisagens sustentáveis. Sigamos o exemplo do lema que inspirou a criação da Apremavi: boca no trombone e mão na massa para combater todos os retrocessos ambientais que estão em andamento”.

 


Miriam Prochnow emociona a todos durante sua fala de
agradecimento. Foto: Carolina Schaffer.

Fonte: Apremavi.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.