02/09/2015 Tractebel transforma área degradada em parque ambiental

Tractebel transforma área degradada em parque ambiental

Espaço recebe média de 2,5 mil visitantes por semana.
Foto:
divulgação/Tractebel.

Como recuperar uma área degradada e transformá-la em um Parque Ambiental que atrai em média 9 mil visitantes por semana, com lago, ciclovias, centro de cultura e sustentabilidade, auditório, concha acústica, museu ao ar livre, cantina, espaço infantil e outras comodidades? A Tractebel Energia, maior geradora privada de energia do país, tem a receita e por isso conquistou o 22º Prêmio Expressão de Ecologia com o case sobre seu parque ambiental localizado em Capivari de Baixo (SC).

 

José Lourival Magri e Marcelo Caneschi receberam a premiação conquistada pela Tractebel durante o Fórum de Gestão Sustentável (14/08/2015).
Foto:
Felipe Cruz/Editora Expressão.

 

Pertencente ao grupo ENGIE, a Tractebel adquiriu em 1998 o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, na região Sul de Santa Catarina, local em que a exploração do carvão mineral foi a principal responsável pelo desenvolvimento econômico entre as décadas de 1940 e 1980. A atividade proporcionou o progresso, mas gerou uma série de impactos ambientais na região. Depois da compra, a empresa intensificou as ações de recuperação da área, corrigindo a topografia e a acidez do solo com as cinzas resultantes da queima do carvão mineral. A iniciativa diminuiu os impactos e permitiu o uso da área para outros fins. Foi preciso remover 2,1 milhões de toneladas de carvão e fazer investimentos de R$ 20 milhões durante 15 anos. O local conta agora com cobertura vegetal através do plantio de árvores nativas (15mil) e a acidez das águas vem sendo controlada gradativamente com a utilização das cinzas, que possui pH básico.

 

Vista aérea do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda e da área recuperada que deu origem ao Parque Ambiental Tractebel. Foto: divulgação/Tractebel.

 

O Parque Ambiental Tractebel beneficia 350 mil habitantes de 20 municípios. Há parceria com universidades, como a UNISUL, que elaborou os projetos arquitetônico e paisagístico, e a UFSC que através de um módulo de energia fotovoltaica (capacidade para atender 30% da demanda de energia do parque) que avalia 07 tecnologias para verificar a melhor para a região. Atualmente o Parque Ambiental é gerenciado pela Associação Jorge Lacerda, que possui 05 integrantes (Tractebel, AMUREL, ASES, UNISUL e FUCAP) e promove apresentações artístico-culturais, congressos e shows. Em um ano, já recebeu mais de 180 mil visitantes e cerca de 95 eventos.

 

Entrada do Parque Ambiental Tractebel. Foto: divulgação/Tractebel.

 

Saiba mais sobre a história do parque

 

Em novembro de 2009 ocorreu o lançamento da pedra fundamental na 8ª SEMA – Semana do Meio Ambiente representava um marco para a região da AMUREL. Lançava-se neste dia a promessa da construção do Parque Ambiental Jorge Lacerda. Nova logo e novo nome surgiram em 2012 com a proposta de firmar neste solo, não só as árvores aqui plantadas, mas o nome da empresa Tractebel Energia, que tem entre seus valores o respeito ao meio ambiente.

 

O Parque Ambiental Tractebel e o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda ficam localizados no município de Capivari de Baixo (SC), região intimamente ligada com a exploração do carvão mineral. Ao longo dos anos, milhões de toneladas de resíduos foram depositadas até que em 1980 cerca de 4 mil hectares estavam totalmente comprometidos. Em 1998 com a aquisição do Complexo pela Tractebel Energia, as áreas passaram a ser recuperadas com mais intensidade pela empresa.

 

Essas áreas com rejeitos deram lugar a bacias de sedimentação, que recebiam as próprias cinzas resultantes dessa queima. A medida que ficava coberta de cinza, recebia uma camada de argila e um processo de revegetação com espécies nativas. No final de 2008, após remoção de 2,1 milhões de toneladas de carvão ali depositados, a Tractebel Energia concluiu a recuperação de pátio que dá hoje lugar ao Parque Ambiental Tractebel.

 

O Parque nasceu com o objetivo não só de utilizar uma área anteriormente degradada e recuperada, mas acima de tudo, para incrementar o relacionamento entre empresa e comunidade de forma interativa e com um benefício direto, resultante da recuperação e transformação em espaço para educação ambiental, conhecimento e experimentação de tecnologias de geração de energia elétrica, lazer, cultura e entretenimento para a comunidade da região Sul de Santa Catarina.

Fonte: Editora Expressão, com informações da Tractebel Energia.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.