02/10/2013

Baesa, Enercan e Portonave são embaixadoras dos Objetivos do Milênio

Baesa e Enercan desenvolvem os projetos Escola de Futsal e Voleibol, que oferecem prática esportiva para crianças no contraturno escola. Foto: Paula Brenha

Dez meses após filiar-se ao Movimento Nós Podemos Santa Catarina, as empresas Baesa (Energética Barra Grande S/A) e Enercan (Campos Novos Energia S/A) receberam o título de embaixadoras do ODM 2 – Educação Básica de Qualidade para Todos, em reconhecimento ao trabalho que ambas desenvolvem na formação educacional de crianças e adolescentes dos municípios catarinenses de Anita Garibaldi, Abdon Batista, Campos Novos, Celso Ramos, Cerro Negro, Campo Belo do Sul e Capão Alto, localizados no entorno das Usinas Hidrelétricas Barra Grande e Campos Novos.

 

O título de embaixadoras do ODM 2 ratifica a disposição das empresas em promover ações relevantes na área da educação. Exemplo disso são os projetos Escola de Futsal e Voleibol, que oferecem prática esportiva para meninos e meninas no contraturno escolar, e o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogras e à Violência), coordenado e ministrado pela Polícia Militar de Santa Catarina e que recebe apoio das empresas. A Enercan ainda desenvolve outros dois programas relevantes: o projeto Música e Cidadania, que ensina educação musical a crianças e adolescentes, em parceria com a Camerata Florianópolis, e o programa Campeões da Vida, realizado com o apoio do IGK (Instituto Guga Kuerten) e que oferece esportes e atividades educativas a alunos da Escola Valdemar Rupp, na cidade de Campos Novos.

 

A Baesa e a Enercan são as empresas responsáveis pela operação das Usinas Hidrelétricas Barra Grande e Campos Novos, localizadas, respectivamente, na Serra e no Meio Oeste Catarinense. Como importantes empreendimentos dessas regiões, Baesa e Enercan desenvolvem relevante trabalho social, proporcionando benefícios à população que vão muito além de suas obrigações legais. Tal conduta empresarial deve-se à constatação de que ambas são fundamentais para impulsionar o desenvolvimento daquelas regiões, ainda carentes de serviços básicos essenciais. Desde então, as duas empresas passaram a apoiar ações e projetos que ajudam a concretizar os ODMs, contribuindo de modo significativo para a qualidade de vida da região.

 

Após uma década de forte atuação social, Baesa e Enercan constataram que o resultado desse trabalho é recompensador. Embora a burocracia brasileira dificulte o apoio a ações socialmente responsáveis, as duas empresas contabilizam ganhos expressivos por atuar dessa forma. O mais perceptível é o reconhecimento da população em relação à melhoria do seu cotidiano, cada vez mais consciente da participação de Baesa e Enercan. E isso tem estimulado a participação das pessoas nesse processo de construção da própria cidadania. Se antes havia pouca esperança e motivação, hoje se constata claramente comprometimento e disposição para fazer acontecer. E é justamente esse o ganho mais importante em todo o processo.


Portonave é embaixadora do ODM 7

 

Dentro da proposta de desenvolvimento atrelado à sustentabilidade, a Portonave – Terminais Portuários de Navegantes – se filiou ao Movimento Nós Podemos Santa Catarina e recebeu o título de Embaixadora do ODM 7 – Qualidade de Vida e Respeito ao Meio Ambiente, em reconhecimento ao trabalho que desenvolve de preservação ambiental junto à comunidade de Navegantes e dentro do Terminal.

 

O título de Embaixadora do ODM 7 estimula a empresa a reforçar e se dedicar cada vez mais a programas como o Ecoponto – centrais de recolhimento de resíduos recicláveis que estão distribuídas pela cidade para incentivar a população a separar o lixo reciclável. Os Ecopontos já recolheram mais de 16 toneladas de rejeitos em cerca de 2 anos. A Portonave também doou e gerencia os contentores de resíduos em duas escolas municipais, ensinando os alunos a separar o que pode ser reaproveitado. Todo o resíduo recolhido nas escolas volta em dinheiro para a unidade investir em equipamentos e materiais. O compromisso com um desenvolvimento sustentável integra a missão da empresa. O Terminal Portuário estipulou objetivos e metas ambientais para contribuir com a prevenção da poluição e com a preservação, os quais são controlados por meio de indicadores internos, tais como diminuir incidentes ambientais; diminuir o consumo de combustível; aumentar a reciclagem e a reutilização dos resíduos gerados; diminuir o consumo de energia elétrica, diminuir o consumo de água e compensar as emissões de carbono.

 

A companhia possui um Sistema de Gestão Ambiental próprio, formado por equipe de engenheiros e técnicos, pelo qual realiza importantes trabalhos de preservação ambiental. Os princípios norteadores dessa postura fazem parte da Política Integrada de Meio Ambiente, Saúde e Segurança da empresa, que conquistou em 2010 a certificação NBR ISO 14001, conjunto de normas internacionais relativas à gestão ambiental. 

 

A Portonave é um terminal privado localizado no Complexo Portuário do Rio Itajaí-Açu, na cidade de Navegantes, Estado de Santa Catarina. A empresa está localizada na margem esquerda do Rio Itajaí-Açu, em Navegantes, Santa Catarina, e iniciou as operações em 21 de outubro de 2007. Desde então, movimentou mais de 2,8 milhões de TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés) e recebeu mais de 3.000 escalas de navios. Hoje, a Portonave emprega diretamente aproximadamente 1.000 pessoas. O Terminal movimenta, em média, 45% de toda carga conteinerizada operada pelos portos de Santa Catarina.

Fonte: Rafael Masselli (Baesa / Enercan) e Melissa Aragão (Portonave)




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.