03/06/2014

Unidades de Conservação protegem rios e nascentes

Na semana em que o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) é comemorado, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) destaca a importância das Unidades de Conservação (UCs) e da água para a sociedade.


As Unidades de Conservação Federais geridas pelo ICMBio exercem papel fundamental na preservação de áreas que abrigam nascentes e rios importantes. Criadas para proteger a natureza, essas áreas garantem às populações tradicionais o uso sustentável dos recursos naturais, desenvolvendo atividades econômicas dentro das unidades e no entorno delas. "São 50 mil famílias vivendo nas 57 Unidades de Conservação de Uso Sustentável que temos atualmente em todo o território nacional que dependem da manutenção dessas áreas para subsistência", explicou o presidente do ICMBio, Roberto Vizentin.


Para ele, a melhor forma de conscientizar a população é com exemplos práticos. O Parque Nacional de Brasília, conhecido como Água Mineral, tem quase 43 mil hectares e é uma das principais áreas de preservação do Distrito Federal. Criado em 1961, o Parque protege os rios fornecedores de água potável aos moradores do Plano Piloto. "27% de toda a água que abastece a população vem das nascentes dos mananciais do Parque Nacional de Brasília", destacou Vizentin.


Além de proteger o cerrado brasiliense, o parque desenvolve projetos de educação ambiental e oferece à população espaço de lazer com trilhas, piscinas, córregos e muita natureza. Para Roberto Vizentin, é preciso criar mais Parques Nacionais e cuidar bem deles. "É uma contribuição direta, um serviço que o poder público presta à sociedade. Essas áreas, quando dotadas de infraestrutura, têm condições para permitir espaço de convivência cada vez menor nas cidades e centros urbanos", finalizou.


Fábio de Jesus, coordenador-geral de Uso Público e Negócios (CGUP/ICMBio), explicou que a água tem qualidade maior não apenas no Parque Nacional de Brasília, mas em todas as Unidades de Conservação brasileiras. "Temos muito cuidado com ela, porque as nascentes estão dentro das nossas UCs", disse.


Consumo de água cresce em todo o mundo


O último relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), publicado em março deste ano, prevê que em 2030 a população global precisará de 40% a mais de água para sobreviver. O documento adverte ainda que crescimento econômico e demográfico provocará nas próximas décadas um aumento na demanda de água e energia, com risco de esgotamento dos recursos do planeta.

Fonte: ICMBio.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.