03/06/2016 Parceria com WWF fortalece programa de voluntariado do ICMBio em UCs e centros de pesquisa

Parceria com WWF fortalece programa de voluntariado do ICMBio em UCs e centros de pesquisa

Presidente Maretti(á direita) e dirigente do WWF assinam aditivo a acordo de cooperação do programa de Voluntariado. Foto: Adriane Papa.

Acordo assinado com WWF prevê, entre outras coisas, a elaboração de plano de trabalho. Ideia é incentivar maior participação da sociedade.

 

Brasília (03/05/2016) – O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a organização não governamental (ONG) WWF-Brasil assinaram nesta quinta (2) acordo para fortalecer o Programa Nacional de Voluntariado nas unidades de conservação e centros de pesquisa do Instituto. Uma das ações previstas é a elaboração do plano de trabalho do programa

“É muito importante para a sociedade e para o ICMBio que haja maiores oportunidades de interação entre as duas partes. Com isso, esperamos que a sociedade fique mais sensível sobre a importância da conservação e mais ciente dos trabalhos para conseguir esse objetivo”, disse Cristiane Ramscheid, coordenadora da Divisão de Gestão Participativa, do ICMBio.

Iniciado em 2009, o Programa Nacional de Voluntariado visa incentivar a participação da sociedade e aproximá-la da gestão das áreas protegidas e da conservação da biodiversidade, por meio do trabalho voluntário.

Reestruturação

Desde o início do ano, o ICMBio se mobiliza, junto com vários parceiros, para reestruturar, qualificar e ampliar o programa, aumentando o engajamento da sociedade na gestão da sociobiodiversidade.

Nessas ações, o ICMBio conta com o apoio da Coalizão Pró-UCs, grupo formado por algumas das mais representativas ONGs de conservação da natureza do Brasil, inclusive o WWF e a SOS Mata Atlântica, que colaboram com esta iniciativa.

“Para o êxito dessas medidas, em nossa missão, é imprescindível passar informações mais qualificadas para a sociedade sobre a natureza, sua conservação e o importante papel das populações tradicionais”, afirma Paulo Russo, coordenador de Gestão Socioambiental do ICMBio

Segundo ele, a mudança de comportamento das pessoas e das instituições depende de envolvimento de todos, num processo que envolve a vivência e o componente emocional. “O voluntariado pretende oferecer tais condições”, diz o coordenador de gestão socioambiental.

A Instrução Normativa (IN) nº 3/2016, recentemente editada, estabelece diretrizes, normas e procedimentos do Programa de Voluntariado no lugar da IN 3/2009. A elaboração da norma foi objeto de discussão dos gestores do Instituto e parceiros.

A próxima etapa será a divulgação para a sociedade do programa reformulado e aperfeiçoado. Isso deverá ser feito por meio de seminário, seguido da aplicação prática, possivelmente, durante as Olimpíadas.

Guia e caderno

O ICMBio também está elaborando o guia para gestores e o Caderno do Voluntário, com orientações sobre como proceder em casos específicos, direitos e deveres dos voluntários, campos de atuação, instruções para preenchimento dos formulários, entre outros aspectos.

“Toda realização importante, todo sucesso, tem múltiplas contribuições. O ICMBio tem a responsabilidade definida pela sociedade, através do governo federal, para conservar a biodiversidade. Mas seu êxito depende das comunidades locais nas unidades de conservação e seu entorno, depende das organizações da sociedade civil que conosco colaboram e, esperamos, poderemos contar também com o engajamento de empresas e outras instituições para o sucesso dessa missão”, afirma Claudio Maretti, presidente do ICMBio.

O apoio do WWF-Brasil, juntamente ao da Coalizão Pró-UCs, grupo formado por algumas das mais representativas ONGs de conservação da natureza no Brasil, é fundamental para essa nova fase do programa. Já há, inclusive, uma série de ações programadas para serem realizadas pelas entidades durante os próximos 18 meses.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

Fonte: Lorene Lima - Comunicação ICMBio.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.