03/10/2017 Poluição causa 19 milhões de mortes precoces por ano, diz ONU

Poluição causa 19 milhões de mortes precoces por ano, diz ONU

Mulher usa máscara para se proteger da poluição na China.
Foto:
Banco Mundial/Curt Carnemark.

Em relatório divulgado recentemente, a ONU Meio Ambiente aponta que a poluição tira precocemente a vida de 19 milhões de pessoas a cada ano. Documento apresenta 50 ações concretas para reduzir a contaminação e o despejo de resíduos na natureza. Além de elencar soluções, o levantamento cobra compromissos da comunidade internacional para proteger habitats e ecossistemas

 

Em relatório divulgado recentemente, a ONU Meio Ambiente aponta que a poluição tira precocemente a vida de 19 milhões de pessoas por ano. Documento apresenta 50 ações concretas para reduzir a contaminação e o despejo de resíduos na natureza. Além de elencar soluções, o levantamento cobra compromissos da comunidade internacional para proteger habitats e ecossistemas.

 

“A poluição é um desafio universal, mas a boa notícia é que já sabemos o que precisamos fazer para prevenir e reduzir”, disse o diretor-executivo da agência das Nações Unidas, Erik Solheim, por ocasião do lançamento da pesquisa, na semana passada (28).

 

O dirigente ressaltou que “agora a responsabilidade é sobre governos, empresas, cidades e autoridades locais, sociedade civil e indivíduos em todo o mundo para se comprometerem a vencer a poluição em todas as suas formas”.

 

Segundo o relatório, a poluição afeta especialmente as populações em situação de pobreza e é uma ameaça direta aos direitos humanos. Na avaliação da ONU Meio Ambiente, os esforços atuais de Estados, setor privado e cidadãos foram limitados, o que dificultou uma resposta coordenada.

 

A publicação sugere cinco estratégias globais: um pacto sobre poluição, tornando-a uma prioridade para todos; o fortalecimento das políticas ambientais; o consumo e a produção sustentáveis, com ações para mudar os estilos de vida, reduzir e gerenciar adequadamente os resíduos; investimentos em produção e consumo mais limpos; e parcerias para a inovação, que permitam o compartilhamento de conhecimentos e a realização de pesquisas transdisciplinares.

 

O documento enfatiza que, embora algumas formas de poluição tenham sido reduzidas à medida que as tecnologias e as estratégias de gerenciamento avançaram, a má utilização dos recursos naturais segue sendo um risco para a humanidade.

 

“Se os padrões de consumo e produção continuarem como estão, o modelo econômico linear ‘pegue-use-descarte’ irá sobrecarregar gravemente um planeta já poluído, afetando as gerações atuais e futuras”, aponta o relatório.

Fonte: ONU Brasil.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.