02/12/2013

Pessoas com deficiência também devem ser beneficiadas pelo desenvolvimento mundial, destaca ONU

Foto: Banco Mundial/Masaru Goto

Marcando o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro, as Nações Unidas pedem esforços globais para garantir que os mais de 1 bilhão de indivíduos que vivem no mundo todo com algum tipo de deficiência também possam desfrutar dos benefícios do desenvolvimento e participar plenamente da sociedade.

 

“Precisamos trabalhar mais para garantir que existam infraestruturas e serviços de apoio ao desenvolvimento inclusivo, equitativo e sustentável para todos”, destacou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em mensagem para a data.

 

“Temos de eliminar todas as barreiras que afetam a inclusão e a participação de pessoas com deficiência na sociedade, incluindo mudanças de atitudes que estimulam o estigma e a institucionalização da discriminação”, disse Ban.

 

Cerca de 15% da população mundial vive com algum tipo de deficiência e essas pessoas enfrentam barreiras físicas, sociais e econômicas que as impedem de participar efetivamente da sociedade.

 

As pessoas com deficiência também estão desproporcionalmente representadas entre os mais pobres e não têm acesso igualitário a recursos básicos, como educação, emprego, saúde e sistemas de apoio jurídico.

 

Na primeira Reunião de Alto Nível da Assembleia Geral sobre Deficiência e Desenvolvimento, realizada em setembro, os países adotaram um documento que busca promover iniciativas de desenvolvimento que considerem as necessidades das pessoas com deficiência.

 

O tema deste ano para a data é “Quebrar barreiras, abrir portas: por uma sociedade e desenvolvimento inclusivos para todos“, criado para fortalecer este compromisso particularmente importante já que os países se preparam para moldar a agenda de desenvolvimento que virá depois dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) em 2015.

 

Representantes das Nações Unidas, Governos e sociedade civil vão oferecer “Mensagens de inclusão” nesta data durante cerimônia na sede da ONU em Nova York. Além de dois painéis de discussão, as celebrações também contarão com a apresentação da peça “Breaking through Barriers” (Ropendo Barreiras, em tradução livre), no Teatro Broadway.

 

Outros eventos na sede da ONU incluem a exibição do documentário “Gold: You can do more than you think” (Ouro: Você pode fazer mais do que você pensa, em tradução livre), que apresenta a viagem de três atletas da Austrália, Alemanha e Quênia aos Jogos Paraolímpicos de Londres em 2012 e uma exposição de obras produzidas por pessoas com deficiência.

 

 

 

Na quarta-feira (4), a ONU vai lançar um centro de acessibilidade em sua sede como parte dos esforçospara permitir a plena participação das pessoas com deficiência no trabalho da Organização.

 

O novo centro foi planejado com a ajuda da Coreia do Sul e fornecerá ferramentas de ponta para pessoas com deficiência visual e auditiva acessarem documentos e participarem de reuniões para que sejam mais ativas nos processos intergovernamentais, além de reforçar a Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, em vigor desde 2008.

 

Até outubro deste ano, 158 países já haviam ratificado a Convenção, que afirma os direitos das pessoas com deficiência à educação, saúde, trabalho, condições de vida adequadas, liberdade de movimento e reconhecimento igual perante a lei.


Fonte: ONU/BR




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.