04/03/2016 Escolas do SESI e do SENAI de Santa Catarina intensificam ações contra o Aedes aegypti

Escolas do SESI e do SENAI de Santa Catarina intensificam ações contra o Aedes aegypti

Alunos do SESI Escola de Joinville conheceram o material da campanha contra a dengue. Foto: divulgação.

Palestras, oficinas e mutirões de limpeza são algumas das atividades desenvolvidas pelos estudantes.

 

Florianópolis, 4.3.2016 – As unidades escolares do SESI e do SENAI, entidades que integram a FIESC, promovem ações de conscientização sobre o mosquito aedes aegypti, o principal transmissor de doenças como a dengue, o vírus zika e a febre chikungunya. A iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Ministério da Educação tem apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e mobiliza escolas de todo o país. Nesta sexta-feira, dia 4, o setor realiza mobilização nacional, chamada de A Indústria contra o mosquito, com a participação da comunidade escolar.

 

O intuito é sensibilizar e conscientizar a sociedade, em especial os estudantes das redes SESI e SENAI e seus familiares sobre a importância do combate ao mosquito. Desde o dia 19 de fevereiro, as escolas realizam atividades relacionadas à campanha. Em Joinville, por exemplo, alunos da educação infantil do SESI Escola foram desafiados a refletir sobre o assunto e mostraram que estão bem informados. “Não pode deixar água acumular e é sempre bom colocar areia nos pratos das plantas”, ensina Guilherme Queiroz, de 5 anos. Seu colega Arthur Arnhold lembra que é importante evitar se expor às picadas do mosquito e sempre usar repelente. O trabalho foi finalizado com a produção de frases e desenhos que retratam os cuidados necessários para manter o ambiente seguro e livre do aedes aegytpi.

 

Mais de 300 estudantes do SESI Escola de Brusque foram desafiados a criar soluções em parceria com seus familiares para evitar os criadouros do mosquito. Na quarta-feira (2), a bióloga da Bunge Alimentos, Luana Holetz, ministrou palestra para alunos e profissionais da unidade escolar. Na sexta-feira (4), os estudantes farão o plantio de mudas que repelem o mosquito, como a lavanda e citronela. Os alunos do quinto ano participarão de oficina para produzir repelente natural à base de álcool e cravo-da-índia. 

 

Em Concórdia, 65 alunos que cursam Aprendizagem Industrial em Informática no SENAI organizaram mutirões de limpeza no bairro São Cristóvão. Com o apoio da Vigilância Sanitária do município, os estudantes participaram das ações para identificar e exterminar possíveis criadouros do mosquito. Moradores foram orientados sobre a prevenção das doenças transmitidas pelo aedes aegytpi. Estudantes dos cursos de aprendizagem industrial do SENAI de Mafra também desenvolveram atividades em sala de aula. 

 

Mobilização nas indústrias

 

No dia 18 de fevereiro, a FIESC lançou campanha estadual de combate ao mosquito aedes aegypti. A ação, que tem apoio das federações dos trabalhadores − FETIAESC, FETICOMSC, FETIESC, FETIGESC e FETIMMMESC −, presta esclarecimentos sobre o assunto, levando para dentro das fábricas cartilhas explicativas sobre a importância da eliminação de potenciais criadouros do aedes aegypti e os sintomas das doenças. O secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinubing, participou do lançamento da campanha, em Florianópolis. 

 

A iniciativa soma forças com outros grupos como o Exército Brasileiro e a Vigilância Sanitária, que também atuam na eliminação de potenciais criadouros do aedes aegypti. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 60% das residências brasileiras já foram visitadas por agentes de saúde que detectam possíveis criadouros do mosquito e orientam sobre como evitar o surgimento de mais focos. Para reforçar as orientações, a FIESC promove outdoors, divulgação em rádios e jornais de todo o Estado, além de mobilização pelas redes sociais. 

 

Elida Hack Ruivo
48 3231 4244
48 9176 2505
elida.ruivo@fiesc.com.br

Fonte: Elida Hack Ruivo - FIESC.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.