04/11/2013

Parque Nacional do Iguaçu realiza operação surpresa

Foto: Divulgação

Agentes de fiscalização federais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), lotados no Parque Nacional do Iguaçu, flagraram quatro caçadores no interior da unidade de conservação (UC), os quais se encontravam com quatro espingardas calibre 28, farta munição, lanternas para caça noturna, redes de pesca, facas, facões um GPS e caixas térmicas para transporte das caças.


Os caçadores foram flagrados no interior da Zona Intangível do parque, região de maior importância ambiental da UC e mais preservada, onde nem mesmo a visitação é permitida. Estes infratores adentraram a unidade utilizando pequenas embarcações de madeira (caicos) e motor de rabeta, subindo o rio Floriano por aproximadamente 12 quilômetros. O rio Floriano é um dos rios mais íntegros do sul e sudoeste do Brasil, totalmente protegido pelo parque nacional.

Segundo o analista ambiental do parque e coordenador da ação Ivan Baptiston, o ato de caça e pesca ilegal são crimes ambientais previstos em legislação. "Estes caçadores provocam sérios impactos aos ambientes naturais e selvagem de nossas unidades protegidas, como os cortes de vegetações para seus acampamentos e estruturas de caça, as contaminações dos cursos d'água com seus dejetos e resíduos, como pilhas que liberam elementos tóxicos e lixo em geral", disse Ivan.

"Infelizmente ainda persiste em parcela de nossa sociedade esta estupidez da caça furtiva. Atos de barbárie e primitividade contra a vida selvagem que possuem como última esperança de sobrevivência os poucos fragmentos florestais protegidos em nossas UC", acrescentou o analista.

A operação de fiscalização, denominada "surpresa", foi organizada de forma emergencial e estratégica, justamente no dia do servidor público. Felizmente, apesar de bem equipados, o grupo não havia abatido nenhum animal, nem tampouco capturado peixes desse que é um dos locais de maior expressão de biodiversidade da unidade. Todos foram conduzidos à Policia Federal de Foz do Iguaçu, por crime contra a natureza, porte ilegal de arma e formação de quadrilha. Da mesma forma foram autuados administrativamente.

Fonte: Comunicação ICMBio




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.