05/10/2015 PL que proíbe puxadas de cavalos em Santa Catarina é aprovado na Comissão de Turismo e Meio Ambiente da ALESC

PL que proíbe puxadas de cavalos em Santa Catarina é aprovado na Comissão de Turismo e Meio Ambiente da ALESC

Ato consiste em atrelar uma parelha de cavalos em uma espécie de trenó sem rodas denominado “Zorra”, com carga de até 2.500 kg. Foto: Ecosul.

Dia 30/09 foi votado na Comissão de Turismo e Meio Ambiente da ALSC, o PL 0117.2/2011 de autoria da Dep. Ana Paula Lima (PT) que proíbe em todo o território catarinense a realização das “puxadas de cavalos”.


A Comissão é presidida pelo Dep. Gean Loureiro (PMDB), apoiador da causa dos direitos animais e ex-membro da Frente Parlamentar Nacional de Defesa dos Animais, quando no exercício do mandato de Deputado Federal.


Na sessão, o Dep. Neodi Saretta (PT) fez uma defesa bastante embasada e consistente da proibição, citando os danos físicos causados aos animais pela prática, constantes do parecer da Méd. Veterinária Vânia Plaza Nunes.


O relator do PL Dep. Ricardo Guidi (PPS) informou ser contrário às puxadas, mas justificou seu voto contra o PL, por já existirem leis que vedam os maus tratos aos animais, como a Lei Federal 9605/98 de Crimes Ambientais e o próprio Código de Defesa dos Animais de SC. Diante disto, considerava desnecessária criação de uma lei específica para as puxadas.


O Dep. Jean Kulmann (PSD) lembrou que o PL já havia sido aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e desta forma considerava a questão levantada pelo relator superada.


A seguir, o Dep. Jean Loureiro colocou o PL em votação que foi aprovado por unanimidade, inclusive com o voto do relator.

Presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente, Gean Loureiro abre a sessão. Foto: Ecosul.


A próxima etapa será a votação em plenário.


Os ativistas pelos direitos animais presentes cumprimentaram os deputados e comemoraram com a Dep. Ana Paula Lima e os membros do seu gabinete, a aprovação do PL na última comissão antes do plenário.


Estiveram presentes ativistas das ONGs. APRABLU, HACHI, AMA BICHOS e Instituto ECOSUL, de Blumenau, Pomerode e Florianópolis respectivamente.


Mesmo diante da ampla divulgação e convocação antecipada por todos os meios, foi notada e comentada a reduzida presença de ativistas da Grande Florianópolis que se resumiram a Halem Guerra do Ecosul e duas ativistas independentes.


Na opinião do representante do Ecosul, se o problema fosse com cães e gatos talvez o auditório estivesse lotado.


As “puxadas” consistem em atrelar uma parelha de cavalos em uma espécie de trenó sem rodas denominado “Zorra”, com carga de até 2.500 kg.


A parelha que conseguir arrastar a carga por maior distância vence a prova. Dezenas de pessoas se reúnem no local durante o evento assistindo as provas, bebendo e apostando.

Fonte: Instituto Ambiental Ecosul.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.