06/06/2017 No Dia Mundial do Meio Ambiente, Brasil aprova decretos para ampliar e criar unidades de conservação

No Dia Mundial do Meio Ambiente, Brasil aprova decretos para ampliar e criar unidades de conservação

Entardecer no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.
Foto:
Marcelo Camargo/Agência Brasil.

O Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) é a principal data das Nações Unidas para incentivar, em escala global, a sensibilização e a criação de iniciativas em favor do meio ambiente.

 

Nesse contexto, o Brasil reafirmou seu compromisso internacional com a data ao anunciar a ampliação de três importantes unidades de conservação: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás; Estação Ecológica do Taim, no Rio Grande do Sul; e a Reserva Biológica União, no Rio de Janeiro.

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) é a principal data das Nações Unidas para incentivar, em escala global, a sensibilização e a criação de iniciativas em favor do meio ambiente.

 

Nesse contexto, o Brasil reafirmou seu compromisso internacional com a data ao anunciar a ampliação de três importantes unidades de conservação: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás; Estação Ecológica do Taim, no Rio Grande do Sul; e a Reserva Biológica União, no Rio de Janeiro.

 

Na mesma ocasião, foram anunciados a criação do Parque Nacional dos Campos Ferruginosos, no Pará, o lançamento do Programa Plantadores de Rios e a assinatura do decreto que torna o Acordo de Paris para o clima parte da legislação brasileira.

 

As ações representam grandes conquistas, de acordo com a ONU Meio Ambiente. O Parque Nacional dos Campos Ferruginosos, por exemplo, que nasce com área de 79 mil hectares, abriga uma das maiores reservas minerais do planeta. A ampliação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros protegerá aproximadamente 600 nascentes, 17 espécies de plantas e 34 espécies de animais ameaçadas de extinção.

 

No Rio Grande do Sul, o alcance também é significativo: região fundamental para aves migratórias do Hemisfério Norte e da Patagônia, a Estação Ecológica do Taim triplicará de tamanho. No Rio de Janeiro, o objetivo da ampliação da Reserva Biológica União é recuperar remanescentes da Mata Atlântica e evitar a extinção de espécies como o mico-leão-dourado, um dos símbolos nacionais.

 

No anúncio, feito pelo presidente Michel Temer, foi também destaque o lançamento da iniciativa Plantadores de Rios, um aplicativo interativo com objetivo de proteger e recuperar nascentes e Áreas de Preservação Permanente (APP), e que, para isso, conecta proprietários de imóveis rurais à instituições interessadas em investir na proteção e recuperação de florestas.

 

Segundo o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, “o programa Plantando Rios protegerá e recuperará nascentes e áreas de preservação permanentes de cursos de água, de forma a combater a crise hídrica que tem atingido o país mais e com maior gravidade a cada ano”. “Não dá para combater apenas o que está entre o reservatório e a torneira. Temos de ir à raiz do problema”.

 

Para a representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú, os anúncios são importantes medidas para o avanço da pauta do desenvolvimento sustentável no país.

 

“Neste ano, para o Dia Mundial do Meio Ambiente, lançamos a campanha #EstouComANatureza. Em um momento complexo da conjuntura mundial, só uma verdadeira aproximação nos fará entender a necessidade de protegê-la. O aumento e a criação de unidades de conservação são emblemáticas e necessárias nesse contexto. Um importante passo foi dado, mas há ainda muito a ser feito — todos os outros dias do ano também são dias do meio ambiente”.

Fonte: ONU Brasil.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.