07/05/2014

IAP capacita técnicos para novo Sistema de Gestão Ambiental

Foto: Mauro Scharnik / IAP.

O sistema, desenvolvido pelo IAP em parceria com a Celepar, é pioneiro no país e deverá ser lançado pelo governador Beto Richa em junho, quando os últimos ajustes forem realizados. O objetivo é modernizar, padronizar e agilizar os processos ambientais no Estado. Seja na recomposição florestal, como na fauna, licenciamento e fiscalização ambiental do Estado.

O curso do módulo restauração florestal é ministrado por técnicos do IAP e Celepar para 28 servidores que atuam em viveiros, laboratórios e distribuição de mudas nativas no Estado. As aulas acontecem durante esta semana e na próxima, em em duas turmas (uma delas nos dias 6, 7 e 8 e a outra nos dias 13, 14 e 15 ).

"Esse é o primeiro contato dos servidores com um sistema completamente novo e diferente do que estão acostumados, por isso o curso é importante para que eles aprendam a lidar com tudo e esclarecer suas dúvidas para em junho todos estejam 100% adaptados ao sistema", afirmou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

RESTAURAÇÃO - Esse módulo do sistema visa melhorar o monitoramento e recuperação da biodiversidade do Estado. Ele estabelece os processos e o monitoramento da produção dos viveiros desde a coleta, beneficiamento, armazenamento e distribuição das sementes, até a produção das mudas e destinação para a restauração das Áreas de Preservação Permanente, Reserva Legal, Unidades de Conservação e demais Áreas Degradadas do Estado.

"O usuário ambiental é o grande beneficiário deste projeto, pois poderá, a partir de sua casa, iniciar o processo de requisição das mudas”, explica Maria Cecília Bastos, chefe do departamento de produção de espécie nativa do IAP, que atuou no desenvolvimento do sistema. “Quando o usuário for até o IAP o processo já estará adiantado, precisando apenas apresentar a documentação do imóvel para o técnico liberar as mudas para retirada no viveiro do IAP", disse ela.

EVOLUÇÃO - O objetivo é garantir que as áreas restauradas sejam monitoradas e tenham uma evolução significativa da sua recuperação. Para isso, no momento do cadastramento da propriedade que deve ser recomposta é exigida a sua delimitação geográfica, assim será possível fazer um monitoramento através de imagens de satélite e vistorias em campo.

Dessa forma, as mudas plantadas poderão ser localizadas e servir de novas matrizes (árvores utilizadas para coleta de sementes) de espécies passíveis de ameaça de extinção no futuro, garantindo a diversidade de espécies nativas em todo o Estado.

O sistema também deve proporcionar uma evolução para pesquisas, pois os dados gerados poderão ser disponibilizados para o meio científico. Assim, o sistema incentiva e apoia pesquisas que visam a manutenção dos biomas presentes no Paraná.

SISTEMA – Desenvolvido pelo IAP e Celepar deste 2011, o novo Sistema de Gestão Ambiental vai modernizar, padronizar e agilizar os processos ambientais no Estado.

"O nosso objetivo e tornar o processo cada vez mais ágil, transparente e acessível à população, para que toda e qualquer atividade desenvolvida no Estado possa seguir as normas estabelecidas”, explica o presidente do IAP.

“O Paraná deve se destacar no cenário nacional, pois será um dos primeiros a desenvolver um sistema tão complexo e moderno que também será usado pelas prefeituras que solicitarem a descentralização do licenciamento ambiental", explicou o presidente do IAP.

O desenvolvimento do módulo restauração florestal contou com a experiência obtida com o Projeto de Restauração da Biodiversidade, cujo objetivo é restaurar áreas de preservação permanente e o fortalecimento da formação dos corredores ecológicos do Estado do Paraná para a conservação da biodiversidade.

FLEXÍVEL E INTEGRADO - O sistema foi modelado de forma flexível e integrada, permitindo que laboratórios e viveiros tenham um controle independente de suas operações e também integrações com outras unidades em operações compartilhadas.

Com ele será possível realizar o cadastramento de unidades de produção; catálogo de espécies produzidas e doadas pelo IAP conforme sua Classe, Espécie e Embalagem; liberação automática de mudas conforme normas estabelecidas em portarias e legislações específicas, cadastro de áreas de coleta de sementes para a produção de mudas, análise da germinação das mudas, produção e movimentação do estoque de mudas, requerimentos de restauração florestal. 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr

Fonte: IAP - Instituto Ambiental do Paraná.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.