07/11/2013

Porto Alegre e Viamão podem compartilhar gestão do Parque Saint’Hilaire

Fortunati recebeu o prefeito de Viamão, Valdir Bonatto (E), para tratar do assunto.
Foto: Cristine Rochol/PMPA

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, recebeu nesta quinta-feira, 7/11, o prefeito de Viamão, Valdir Bonatto, para tratar do compartilhamento administrativo do Parque Saint’Hilaire, que fica na região limite entre os municípios, porém na área de Viamão. A audiência foi acompanhada pelo vice-prefeito, Sebastião Melo.


Atualmente o parque, apesar de localizado no município vizinho, é administrado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam). A ideia é discutir um plano de responsabilidades e competências que defina o que fica a cargo de cada município. O prefeito José Fortunati determinou a criação de um Grupo de Trabalho, sob o comando do vice-prefeito, com equipes das duas prefeituras e do governo do Estado, na busca de uma solução para o melhor gerenciamento da área.

O tema também foi apresentado ao GT que trata da situação da Vila dos Herdeiros e os problemas da represa no Saint'Hilaire. Atualmente, 176 famílias vivem no local em áreas invadidas, que correspondem a quase 50, dos 1.150 hectares do parque. Um dos problemas enfrentados pelos dois municípios para a busca de uma solução foi a transformação do Saint'Hilaire em Área de Proteção Integral, o que impõe uma série de restrições ao seu uso.

Como alternativa, existe a possibilidade de proposição do Uso Público da Área, viabilizando algumas intervenções. “Nós temos todo o interesse em buscar uma solução para um local que é extremamente especial para as duas cidades”, afirmou Fortunati.

Fonte: SMAM / Prefeitura de Porto Alegre




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.