08/01/2015 Gato-do-mato cego é o novo morador da Trilha do Rio Vermelho, em Florianópolis

Gato-do-mato cego é o novo morador da Trilha do Rio Vermelho, em Florianópolis

Foto: divulgação.

A Trilha Ecológica do Rio Vermelho, em Florianópolis, ganhou um novo hóspede no início de janeiro. É o gato-do-mato, o menor dos felinos brasileiros. Encontrado há um ano, cego e debilitado por não conseguir se alimentar, o gato foi tratado, recuperado, mas não pode mais voltar à natureza.

 

“Tentamos de tudo, trouxemos oftalmologista, mas infelizmente ele já chegou cego”, explica a veterinária Cristiane Kolesnikovas, da R3 animal, ONG que auxilia a Fatma e Polícia Ambiental no tratamento de animais silvestres em Santa Catarina. Os veterinários acreditam que o animal possa ter contraído alguma infecção. 

 

De acordo com o presidente da Fatma, Alexadre Waltrick, toda a estrutura da Fundação é colocada à disposição para que animais debilitados possam ser recuperados e retornem a natureza, no entanto, nem sempre é possível. “Para aqueles que não conseguimos recuperar, tentamos dar ao menos uma qualidade de vida decente, com carinho e bastante assistência, na Trilha do Rio Vermelho. Lá eles ficam em grandes viveiros e são visitados por crianças e adultos, além de ganhar atenção todos os dias por uma equipe de veterinários”, explica Waltrick.

 

Além do felino, a trilha também abriga macacos, bugios, passeriformes, tigres-d’água, tamanduá, entre outros animais silvestres que foram recuperados, mas não podem retornar ao habitat natural.

 

Visitação para a Trilha do Rio Vermelho é gratuita, confira AQUI.

 

Em 2014, o Nutras do Rio Vermelho recuperou cerca de 3 mil animais, saiba mais AQUI.

Fonte: Fatma.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.