08/11/2017 Comitiva gaúcha participa da COP 23 na Alemanha

Comitiva gaúcha participa da COP 23 na Alemanha

Foto: divulgação.

Uma comitiva da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) representará o Rio Grande do Sul na 23ª edição da Conferência das Partes (COP 23), que será realizada entre os dias 6 e 17 de novembro, em Bohn, na Alemanha. Durante o encontro, a secretária Ana Pellini será painelista em duas mesas de debate, nos dias 11 e 15 de novembro, que debaterão ações necessárias a serem tomadas pelos governos subnacionais de adaptação às mudanças climáticas. "O objetivo da nossa viagem é apresentar os resultados dos trabalhados realizados ao longo dos últimos dois anos, a partir de acordos firmados na COP 21, em 2015, na cidade de Paris", justifica a secretária. Aprovado por 195 países, o Acordo de Paris foi firmado com o objetivo de controlar o aumento da temperatura global e preparar o Planeta para as futuras alterações no clima.

 

Presente nas últimas duas COPs, Ana Pellini tem se empenhado para que o RS seja protagonista na questão ambiental. Entre as ações realizadas pela Sema está a colaboração com o sistema Regionais Adapt, programa criado na COP 21 e assinado por mais de 60 governos de estados e províncias. O objetivo do trabalho é armezar informações, permitir a troca de experiências e qualificar as ações de adaptação às mudanças de temperatura. "Esse sistema, além de abrir os dados sobre a emissão de carbono no Planeta, é uma oportunidade do Estado se integrar com outras iniciativas que estão sendo tomadas a nível global", destaca Ana Pellini.

 

Desde 2016, o Estado também coordena um grupo de trabalho de gestão de recursos hídricos, composto por mais de 20 governos regionais. Sete projetos foram desenvolvidos por essa equipe. São eles: monitoramento e modelagem hidro-meteorológica; expansão da rede hidro-meteorológica; sala de situação; programa de gerenciamento de riscos de desastres; construção de uma rede de radar meteorológico estadual; incorporação do conceito de construção da resiliência às mudanças climáticas nos planos de gerenciamento de bacias hidrográficas; e estabelecimento de critérios e índices de adaptação às mudanças climáticas.

 

Os resultados desses projetos serão apresentados pela secretária Ana Pellini no painel "Adaptação ao Acordo de Paris: o potencial dos governos regionais". Também participarão da mesa o governador da Província do Chaco (Argentina), Oscar Peppo; o governador do Condado de Makueni (Quênia), Kivutha Kibwana; o chefe do gabinete catalão de Mudanças Climáticas (Espanha), Salvador Samitier; diretor do escritório de planejamento e pesquisa do Estado da Califórnia (Estados Unidos), Ken Alex; e o enviado especial sobre mudanças climáticas e assuntos árticos da Província de Quebec (Canadá), Jean Lemire.

 

Outro espaço que contará com a participação da secretária Ana Pellini é o painel "Preenchendo as lacunas: como os governos subnacionais aceleram a ação na adaptação climática?". Nesta mesa, a secretária apresentará o trabalho, desenvolvido pela Sema, de integração do Zoneamento Econômico Ecológico (ZEE) com os planos de bacias e as mudanças climáticas. De acordo com ela, trata-se de uma iniciativa pioneira do Estado no sentido de estabelecer ações para minimizar os efeitos provocados pelas alterações climáticas, como o crescimento da temperatura global e o aumento desordenado das chuvas.

 

O debate será realizado no dia 11 de novembro, às 18h (Horário de Brasília). Compõem a mesa o a vice-Ministra do Meio Ambiente do País Basco (Espanha), María Elena Moreno Zaldibar; a diretora-executiva do departamento de Meio Ambiente, Água e Recursos Naturais do Estado da Austrália Meridional (Austrália), Caroline Croser-Barlow; e o diretor-executivo da associação Yagasu Aceh, localizada na Província da Sumatra do Norte (Indonésia), Bambang Suprayogi; e o diretor-executivo da associação francesa Energia 2050, Stéphane Pouffary; além de representantes da Ilha da Reunião (França) e do Estado de Minas Gerais.

 

Compõem a delegação gaúcha na COP 23 a secretária-adjunta do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Maria Patrícia Möllmann, o diretor do Departamento de Recursos Hídricos da Sema, Fernando Meirelles, e a engenheira ambiental Marcela Nectoux.

Fonte: FEPAM / SEMA.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.