09/06/2014

Entidades representativas de classe paranaenses se unem para monitorar candidatos nas eleições 2014

A ideia de criar o projeto Eleições Transparentes é resultado de debates realizados no Fórum Transparência e Competitividade, promovido em novembro do ano passado pelo Sistema Fiep. Foto: Mauro Frasson.

As principais entidades representativas da sociedade civil organizada paranaense estão se unindo para criar uma plataforma que forneça subsídios sobre todos os candidatos que vão concorrer nas eleições deste ano no Estado. A decisão pela criação do projeto Eleições Transparentes, que será desenvolvido pela Transparência Brasil, foi tomada em reunião na última semana, na Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), articuladora da iniciativa. A previsão é que os dados sobre os candidatos estejam disponíveis no início de agosto, dois meses antes do pleito de 5 de outubro.


O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, explica que o projeto tem dois objetivos principais. O primeiro é oferecer uma fonte de dados confiável para que tanto os eleitores em geral quanto as empresas que decidam se tornar doadoras de campanha, atendendo a legislação eleitoral, possam buscar informações sobre os candidatos. O segundo é criar um mecanismo para o engajamento concreto da sociedade civil organizada no combate à corrupção. “As eleições de 2014 são um momento decisivo para o Brasil. Devemos eleger candidatos efetivamente comprometidos com as reformas que o país precisa realizar para garantir crescimento ao setor produtivo e desenvolvimento econômico e social sustentado no futuro”, afirma Campagnolo. “Para isso, os eleitores precisam basicamente de informações. É o que vamos fornecer com o projeto Eleições Transparentes”, completa.


Para o presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Paraná (Sescap), Mauro Kalinke, as informações disponíveis na plataforma permitirão que os eleitores cobrem comprometimento dos candidatos eleitos, a partir de seus planos de governo. “Há uma dificuldade de acesso ao histórico completo de todos os candidatos e, com esta ferramenta, conseguiremos analisar cada perfil e como cada um portou-se em temas relevantes para o setor produtivo – quando há um histórico em cargos públicos – além de conhecer melhor suas propostas para o mandato que terá início em 2015”, avalia.


Metodologia – O desenvolvimento do projeto será feito pela Transparência Brasil, organização independente e autônoma que atua desde 2000 no combate à corrupção. Será utilizada a mesma metodologia e a base de dados inicial do Projeto Excelências, que apresenta informações sobre todos os parlamentares em exercício na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Com base em informações retiradas apenas de fontes oficiais, como as próprias casas legislativas, Tribunais de Justiça, Tribunais de Contas, cadastros mantidos por ministérios e de outros órgãos públicos, a plataforma web, que poderá ser acessada através dos sites do Sistema Fiep e das entidades parceiras do projeto, vai apresentar um perfil profissional e político dos candidatos. Além disso, disponibilizará informações sobre eventuais episódios de improbidade administrativa em que o candidato tenha se envolvido, caso já tenha exercido algum cargo público.


“Será a primeira vez no Brasil que informações como essas, que já estão disponíveis em relação aos políticos que exercem cargos na esfera federal, serão disponibilizadas também em relação aos candidatos de um Estado”, declara o presidente do Sistema Fiep. “Isso vai possibilitar uma ampla divulgação para a sociedade sobre quem são esses candidatos, facilitando o processo de escolha dos eleitores”, acrescenta Campagnolo.


“Precisamos que os candidatos demonstrem que conhecem o setor produtivo e suas entidades representativas, e que principalmente desenvolvam as propostas que apresentarem em suas campanhas. O projeto nos ajudará a ter clareza para identificar o que foi anunciado como plano de governo para podermos cobrar de nossos representantes,” completa Kalinke.


A partir da reunião da semana passada, que resultou na adesão unânime e imediata das quase 30 entidades presentes à proposta, foi definido um cronograma para o projeto. Os trabalhos de preparação da Transparência Brasil começam ainda em junho. Durante o mês de julho, quando os candidatos já estiverem oficialmente registrados, intensifica-se o trabalho de pesquisa sobre os postulantes a todos os cargos em disputa nas eleições deste ano: presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador, deputados federais e estaduais. A estimativa é que aproximadamente 1 mil candidatos disputem o pleito para esses cargos no Paraná. Ainda em julho, também será desenvolvida a plataforma web em que os eleitores e demais interessados poderão consultar as informações sobre os candidatos. O lançamento oficial da plataforma está previsto para o início de agosto.


Competitividade – A ideia de criar o projeto Eleições Transparentes é resultado dos debates realizados no Fórum Transparência e Competitividade, promovido em novembro do ano passado pelo Sistema Fiep, através do Sesi, em parceria com o Unitar e o Cifal, órgãos ligados à Organização das Nações Unidas (ONU). O evento reuniu especialistas brasileiros e estrangeiros para debater os prejuízos que a corrupção traz para as empresas, as ferramentas que podem ser usadas para prevenir essa prática e o papel das organizações no combate à corrupção.


“Uma das conclusões a que se chegou com os debates do Fórum é que o ambiente no Brasil seria muito melhor para a população em geral com eleições limpas. E que é necessário que os eleitos promovam as mudanças e reformas para garantir um futuro ainda melhor para as próximas gerações”, explica Campagnolo. “Por isso vamos começar esse movimento já nas eleições de 2014”, conclui o presidente do Sistema Fiep.

Fonte: Agência FIEP.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.