09/10/2013

Associações de Chapecó fazem a coleta seletiva durante a Efapi

Quarenta e oito integrantes de duas associações de catadores da cidade separam o lixo produzido na EFAPI2013. Fotos: divulgação

Todo o lixo reciclável gerado no Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves durante a Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (Efapi 2013) é recolhido por 48 integrantes de duas associações de catadores da cidade de Chapecó, a Associação dos Trabalhadores em Serviço de Reciclagem de Chapecó (ASTRAROSC) e a Associação dos Catadores de Material Reciclável Nova Vida (ASMAVI). Os catadores coletam os resíduos recicláveis de todo o parque, o qual é encaminhado para um barracão cedido pela Prefeitura, localizado ao lado da Efapi, onde é efetuada a separação.

 

Os trabalhadores estão divididos em duas equipes. A primeira inicia às 7h da manhã permanecendo até às 19h e a outra começa às 19h e segue até às 7h da manhã do dia seguinte.

 

Até a meia noite a orientação é de que os catadores circulem pelo parque para certificar-se de que está tudo limpo. Em seguida, após o término do show, são encaminhados até a concha acústica para terminar a limpeza. "Eles recebem os sacos de lixo, recolhem todo o material, inclusive das lixeiras espalhadas pelo parque", explica Vanusa Maggion, coordenadora de reciclagem da Efapi 2013.

 

Os catadores recebem da prefeitura uniforme, vale alimentação e vale transporte, além de todo material necessário para a coleta. Todos os resíduos recolhidos serão pesados no último dia e vendidos pelos próprios catadores. "Eles recebem por tudo. É uma parceria feita com a Prefeitura Municipal na qual eles prestam o serviço e recebem o lucro no final. O montante é dividido entre as 48 pessoas", explica Maggioni.

 

Para Sidinei de Moura, membro da ASMAVI, o trabalho traz proveito para a associação e suas respectivas famílias. "Esse trabalho vai ser bem importante. Além de ajudarmos a limpar a feira, isso vai nos auxiliar no sustento de nossas famílias", comenta Sidinei. Já para Elias de Melo, membro da ASTRAROSC, o lucro retirado durante os dez dias de feira é o equivalente ao valor arrecadado em um mês de trabalho, o que, segundo ele, auxilia a todos de maneira igual.

Fonte: Marcos A. Bedin




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.