11/03/2015 Oficinas estruturam planejamento de UCs Federais e Estaduais

Oficinas estruturam planejamento de UCs Federais e Estaduais

Oficina de estruturação do Plano de Manejo do PE das Araucárias.
Foto:
Apremavi.

No período de 24 a 26 de fevereiro e 03 a 04 de março de 2015, a Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi) promoveu duas oficinas técnicas para estruturação do planejamento de Unidades de Conservação Federais e Estaduais do Estado de Santa Catarina. 

A oficina do Parque Estadual (PE) das Araucárias foi realizada em São Domingos (SC) e contou com a participação da equipe da Apremavi, Fundação de Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma), Grupo de Apoio à Gestão do Parque Estadual das Araucárias (Grimpeiro), Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó) e Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc Chapecó). 

O evento para a Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Serra da Abelha aconteceu em Atalanta (SC) e contou com a participação da equipe da Apremavi e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

As oficinas tiveram por objetivo a estruturação do planejamento das Unidades, a partir da análise e consolidação das informações levantadas durante o processo de revisão e elaboração dos planos de manejo, especialmente das contribuições da oficina de planejamento participativo e reuniões de pesquisadores, diagnósticos e entrevistas com a comunidade. Estas informações envolvem aspectos relacionados aos objetivos da UC, diretrizes de manejo, zoneamento, definição de áreas estratégicas, ações para os programas de manejo e normatização. 

Ronei Baldissera, professor da Unochapecó, destaca que foi um privilégio poder participar ativamente das discussões envolvendo diretrizes para a tomada de decisões importantíssimas para o manejo e conservação dos recursos naturais na região Oeste de Santa Catarina. “A qualidade profissional e o conhecimento de causa da equipe da Apremavi e da Fatma, e a inestimável contribuição dos Grimpeiros de São Domingos garantiram uma experiência pessoal e profissional recompensadora”, destaca. 

Para Célia Lontra, analista ambiental do ICMBio, essa reunião de estruturação é uma etapa importante para a ARIE Serra da Abelha, pois é o momento de reunir e consolidar todas as informações obtidas em campo, a partir de diferentes momentos de envolvimento da comunidade e pesquisadores em um único documento, que será o plano de manejo, que orientará a gestão da unidade de conservação para os próximos 05 anos. “O próximo passo será o envio para o setor jurídico do ICMBio para analise da viabilidade técnica e legal do documento produzido", conclui. 

Estas oficinas fazem parte do processo de Revisão do Plano de Manejo do PE Araucárias e elaboração do Plano de Manejo da ARIE Serra da Abelha, metas previstas no Projeto “Planejamento e Capacitação em Unidades de Conservação”, coordenado pela Apremavi e financiado pelo Tropical Forest Conservation Act (TFCA), por meio do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). 

Para mais informações, entre em contato com Marcos Alexandre Danieli, pelo e-mail: marcos@apremavi.org.br 

Fonte: Apremavi.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.