13/08/2013

Indústria aposta na educação contínua para qualificar trabalhadores

Segundo pesquisa realizada pela Fundação Dom Cabral no ano passado, 92% das empresas admitiram ter dificuldades para contratar profissionais qualificados
Foto: divulgação

A dificuldade de contratar profissionais qualificados não é exclusividade da indústria ou do setor de serviços. Segundo pesquisa realizada pela Fundação Dom Cabral no ano passado, 92% das empresas admitiram ter dificuldades para contratar. O problema se repete em percentuais semelhantes no país inteiro e também para as companhias que atuam no exterior. As principais dificuldades são a escassez de profissionais qualificados (apontada por 81% dos entrevistados); a falta de trabalhadores com experiência na função (49%); e a deficiência na formação básica dos candidatos, apontada por 42% dos respondentes.

O desenvolvimento contínuo dos colaboradores é uma estratégia adotada em muitas empresas que procuram se manter atualizadas em relação às exigências do mundo do trabalho. Célia de Fátima Cuba, por exemplo, da BN Papéis, de Benedito Novo, declarou-se surpresa com os resultados de um curso de etiqueta profissional. "Às vezes as pessoas têm pleno conhecimento sobre etiqueta, mas deixam algo passar despercebido. É muito clara a importância da etiqueta para uma boa convivência, para o compromisso e para a comunicação", relata. O curso faz parte de uma série de capacitações oferecidas gratuitamente às indústrias por meio do SESI, uma entidade da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).

"Identificamos as principais questões sociais que afetam os trabalhadores e, nesse sentido, organizamos e executamos serviços voltados à melhoria das condições de saúde, educação e qualidade de vida", explica Maria Carla Ferreira, supervisora de educação do SESI de Blumenau. "A melhoria dessas condições pode ser conquistada por meio de atitudes autônomas, amparadas por atividades educativas adequadas ao contexto que envolve esses trabalhadores", complementa.

A Educação Continuada é voltada às necessidades das indústrias para o desenvolvimento de competências pessoais e produtivas dos seus colaboradores frente às novas exigências do mundo do trabalho. Entre os mais de 90 cursos oferecidos, com base na demanda das empresas, estão os das séries Educação num Clique, Formação Pessoal e Profissional, Saúde e Qualidade de Vida, Segurança e Saúde no Trabalho e Educação e Tecnologia. Nos últimos dois anos, a região do Vale do Itajaí registrou mais de 20 mil matrículas em cursos dessa modalidade.

Fonte: Elida Hack Ruivo / Assessoria de Imprensa da FIESC




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.