13/09/2013

IAP inaugura viveiro no Sul do Paraná

O IAP inaugurou em 12/9 as novas instalações do viveiro florestal Santana, em Paulo Frontin, que é estruturado para produção de mudas e educação ambiental. Foto: Joana Serra

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) inaugurou nesta quinta-feira (12/9) as novas instalações do viveiro florestal Santana, em Paulo Frontin, no Sul do Estado. As obras começaram em julho de 2011 e reforçaram a infraestrutura do viveiro para a produção de mudas e a área de educação ambiental, que atende as escolas da região. Foram investidos mais R$ 143 mil.

A revitalização do viveiro do Governo do Estado atende a crescente demanda dos produtores rurais que buscam mudas nativas para restaurar a biodiversidade em áreas de preservação permanente, reserva legal ou outras áreas alteradas. O objetivo é garantir a qualidade dos viveiros e de produção de mudas para recuperação dos ambientes degradados no Estado e garantir a diversidade de espécies florestais nativas, a variabilidade genética das mudas e o monitoramento das áreas de recomposição florestal.

O presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, explicou que todo processo de produção de mudas é baseado em orientações técnicas definidas para cada região do Estado. “O trabalho dos nossos viveiros é muito importante para garantir não só as nossas florestas como a qualidade delas”, afirmou.

ESTRUTURA – Há 20 viveiros regionais estruturados para produção de mudas de espécies florestais nativas, sendo que dois deles possuem laboratórios para coleta, beneficiamento e armazenamento de mais de 60 espécies florestais nativas utilizadas na produção de mudas dos viveiros do órgão e entidades parceiras. O viveiro Santana é gerenciado pelo Escritório Regional do IAP de União da Vitória e atende nove municípios.

O chefe regional do IAP em União da Vitória, Paulo Henrique Matos de Almeida, destacou o apoio do Governo do Estado para a continuidade dos trabalhos do viveiro. “Se vemos o viveiro com toda essa estrutura é porque temos um diretor presidente e um governador preocupados com a questão ambiental no Estado”, disse.

O prefeito de Paulo Frontin, Jamil Pech, destacou também o trabalho que o viveiro realiza com as crianças dos municípios próximos. “Assim constrói-se a consciência ambiental para o futuro”, disse.

Desde 2011, foram coletadas e beneficiadas mais de 13.567 quilos de sementes e produzidas mais de 10 milhões de mudas no Estado, além de terem sido firmados convênios com 144 prefeituras e 24 entidades públicas e privadas (cooperativas, Apae, Copel, universidades) para ampliar ainda mais a capacidade de produção de mudas no Estado.

HISTÓRIA - O Viveiro Florestal Santana foi fundado em 1985, onde existia a Reserva Santana. Hoje se produz somente mudas nativas, tendo capacidade para produção de 500 mil mudas por ano, com variedade de cerca de 30 espécies nativas da região, como araucária (Araucaria angustifólia), aroeira pimenteira (Schinus terebenthifolius), canela imbuia (Nectanda megapotamica), pata-de-vaca (Bauhinia forficata) e outras espécies.

Fonte: IAP




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.