13/09/2013

Sesi reúne entidades para definir indicadores que irão mapear o uso de álcool e outras drogas no Paraná

Painel Cuide-se + reuniu representantes de diversas entidades. Foto: Gelson Bampi

A proposta do programa Cuide-se + é propor ações de prevenção mais efetivas, abordando os diversos aspectos da questão.

 

O uso do álcool e de outras drogas no Paraná será tema de um grande mapeamento que o Sesi irá desenvolver ainda neste ano, por meio de seu programa Cuide-se +. Os indicadores que deverão orientar este estudo estão sendo definidos por um grupo de especialistas e entidades que trabalham com o tema.

 

A primeira reunião deste grupo de pesquisa foi realizada nesta semana, em Curitiba, no Campus da Indústria, unidade da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) do Jardim Botânico. Representantes do Sesi no Paraná, Sesi nacional, Ministério Público Estadual, Observatório do Crack e outras entidades assistiram a palestras e organizaram o trabalho a partir de 3 abordagens: saúde, justiça e segurança pública. Cada grupo escolheu cinco indicadores relevantes para o mapeamento, levando em conta os ambientes de trabalho, escolar e social.

 

A proposta do painel Cuide-se + é construir um sistema de indicadores que irá expor a situação do uso de drogas em cada município do estado, o que deverá possibilitar ações de prevenção mais efetivas. O estudo será a base de um portal do projeto Cuide-se +, que será lançado em 2014.

 

Para o psiquiatra Dagoberto Requião, o Sesi está percorrendo o caminho mais realista no combate às drogas. “No meu entendimento, só há uma maneira para se criar um método eficiente de combate às drogas que é o diálogo entre as entidades que trabalham com o tema. É fundamental criar ações e uma linguagem uniformes. Isso é consenso e escolha de um mesmo caminho”, destaca Requião.

 

O analista de desenvolvimento industrial do Sesi nacional, Fabio Henrique Cordeiro, veio a Curitiba para observar o desenvolvimento do painel. O especialista colheu informações e deverá acompanhar o desdobramento dos trabalhos. Segundo Cordeiro, a experiência poderá ser utilizada como referência nacional. “Quando há vários atores presentes, engajados e mobilizados para um único fim, as ações passam a ter uma eficácia muito maior. Isto é gestão do conhecimento e seu resultado passa a ser referência para outros trabalhos semelhantes”, avalia.

 

O painel Cuide-se + – Sistema de Indicadores reuniu também especialistas do Programa Nacional de Resistência às Drogas (PROERD); polícia militar; Universidade Federal do Paraná (UFPR); Pontifícia Universidade Católica (PUC –PR); Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Sesi Nacional; Sesi-RS; Observatório Social de Curitiba; Volvo do Brasil; secretarias de estado da Saúde, da Justiça, da Educação e do Desenvolvimento Social; escola de educação de Direitos Humanos; Universidade Positivo; Ministério Público; Observatório do Crack; Clínica Quinta do Sol e prefeitura de Curitiba.

Fonte: Agência de Notícias do Sistema FIEP




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.