14/02/2017 ICMBio auxilia pesquisa de campo em UC no Paraná

ICMBio auxilia pesquisa de campo em UC no Paraná

Pesquisadores usaram armadilhas para capturar os insetos. Foto: Ricardo Jerozolimski.

Estudo realizado no Refúgio de Vida Silvestre dos Campos de Palmas avalia diversidade e distribuição dos plecópteros, insetos que vivem parte da vida em ambientes aquáticos

 

Brasília (14/02/2017) – Analistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) deram apoio à pesquisa de campo “Altitude como fator determinante na diversidade de plecóptera em riachos no sul do Brasil”, promovida na semana passada pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó) no Refugio de Vida Silvestre (RVS) dos Campos de Palmas, no Paraná.

O objetivo do estudo é avaliar a diversidade e distribuição espacial dos plecópteros, grupo de insetos que vivem parte de seu ciclo de vida em ambientes aquáticos, em riachos de diferentes altitudes no sul do Brasil. Os plecópteros apresentam baixa tolerância a interferências ambientais, podendo ser utilizados como indicadores para identificar o grau de preservação dos ambientes aquáticos.


Nesta fase da pesquisa foram coletados os plecópteros adultos. As armadilhas luminosas foram instaladas às margens dos riachos durante o crepúsculo, permanecendo em funcionamento por cerca de três horas. Os indivíduos coletados serão identificados e comparados com outros recolhidos em áreas diferentes, com possibilidade de descoberta de novas espécies e identificação de espécies endêmicas.

A pesquisa está sendo realizada em oito remanescentes florestais nos estados do Paraná e Santa Catarina. O RVS dos Campos de Palmas foi uma das áreas escolhidas por apresentar riachos com formações vegetacionais preservadas em altitudes superiores a 1.200 metros acima do nível do mar.

Os fragmentos florestais selecionados pertencem ao bioma Mata Atlântica, considerado de grande importância pela sua diversidade biológica com altos índices de riqueza e endemismo e atualmente extremamente ameaçado.

Segundo os gestores da unidade, pesquisas como as desenvolvidas no RVS dos Campos de Palmas podem contribuir com informações importantes para a conservação das feições de campos de altitude existentes nesse bioma.

Fonte: ICMBio.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.