14/07/2016 Pagamento por serviços ambientais beneficia agricultores em SC

Pagamento por serviços ambientais beneficia agricultores em SC

Propriedade visitada em Passos Maia. Foto: Francieli Delazeri.

21 agricultores familiares dos municípios de Irineópolis, Matos Costa, Novo Horizonte, Porto União e São Domingos, já começaram a receber os benefícos por Pagamento de Serviços Ambientais (PSA), por preservarem áreas nativas em suas propriedades. As ações fazem parte da parceria entre a Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi) e a Fundação de Meio Ambiente (Fatma), assinada em 2015.

 

As atividades estão sendo desenvolvidas no âmbito do Projeto Corredores Ecológicos, implementado pela Fatma, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), dentro do programa SC Rural.

 

A Apremavi auxilia a identificar e mapear propriedades aptas a receber o benefício previsto pelo programa.

 

Além dos 21 agricultores ja beneficiados, mais 109 propriedades rurais foram identificadas pela equipe da Apremavi como potenciais para receber por PSA. O trabalho é feito em parceria com os extencionistas municipais da Epagri e parceiros locais, como a Cooptrasc e ICMBio.

 


Propriedade visitada em Galvão. Foto: Marluci Pozzan

 


O senhor Valdomiro Kalichak, agricultor familiar de Porto União, destaca: “Com este programa além de estarmos preservando os remanescentes florestais da nossa propriedade, tivemos uma recompensa financeira. Sentimo-nos orgulhosos de ter preservado e certamente é um bom exemplo que deixamos para nossos filhos”.

Ana Maria Lessenko Kalichak complementa: “fomos atendidos por excelentes profissionais que nos deram toda a atenção necessária esclarecendo todas e quaisquer dúvidas. Achamos tudo ótimo.”

 

Luis Kostulski, agricultor de Irineópolis, cometou que quando tiveram conhecimento desta ação através da Epagri, não tiveram dúvidas, aceitaram participar: "Para nós pequenos agricultores foi muito incentivador e bem idealista. O recurso veio em boa hora e foi bem aproveitado. A reserva de mata nativa que foi contratada é muito importante não só para os animais, mas para nós e demais vizinhos aqui da comunidade, afinal de contas a nascente presente naquela área abastece os moradores das redondezas” destaca o agricultor.

 

Desde 2015, quando firmado o contrato de parceria entre Apremavi e FATMA, o papel da Apremavi vem sendo identificar propriedades e analisar os aspectos qualitativos e quantitativos de propriedades rurais com aptidão para participação no programa, ou seja, observar a qualidade do serviço ambiental, conservação da área natural e uso agropecuário, e gestão da propriedade. As áreas naturais visitadas e contratadas pelo projeto comprovam a preocupação das pessoas com a manutenção e conservação das florestas e dos recursos naturais.

 

Sobre Serviços Ambientais e PSA

 

Serviços ambientais são aqueles prestados pela natureza, trazendo uma série de benefícios às pessoas e sustentando a vida no planeta. Quando as pessoas ajudam a natureza a manter esses serviços, elas podem se beneficiar do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA).

 

Existem várias modalidades de pagamento por serviços ambientais, entre eles, os relacionados ao sequestro de carbono, à proteção da água e também da biodibersidade. Em Santa Catarina, um dos programas existentes é o que remunera proprietários pela manutenção de florestas nativas.

Fonte: Apremavi (Daiana Tânia Barth com colaboração de Edilaine Dick e Miriam Prochnow).




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.