15/04/2014

Paraná destaca ações de prevenção de desastres naturais

Foto: Antonio Costa / ANPr.

O governador Beto Richa participou nesta segunda-feira (14) da solenidade de apresentação do projeto SOS Litoral, condecorado com o Selo de Mérito 2014. O projeto foi desenvolvido pelo governo do Paraná e beneficiou famílias do litoral paranaense que foram atingidas com as enchentes em 2011.

O prêmio Selo de Mérito tem o objetivo de divulgar e difundir as boas experiências habitacionais desenvolvidas por órgãos públicos. É uma promoção da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e do Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano. A premiação aconteceu durante o 61º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, em março deste ano.

A Cohapar conquistou as categorias Grupos Específicos com o projeto “SOS Litoral” e Gestão e Fortalecimento SHIS com o projeto “Gestão para viabilização de moradias rurais”.

“O trabalho de recuperação do Litoral paranaense continua”, afirmou o governador Beto Richa, ao lembrar que o projeto foi uma operação que se tornou exemplo para o país. “Desde a ação da frota aérea baseada no aeroporto de Paranaguá, o trabalho envolveu a Defesa Civil com os bombeiros, polícias militar e civil, área social do governo, Mineropar, com seus técnicos e geólogos analisando os riscos de mais deslizamentos para preservar a vida dessas pessoas”.

O governador lembrou ainda que outros investimentos estão sendo feitos para antecipar a previsão de fenômenos climáticos. “Estamos dotando o Estado com equipamento de alta tecnologia para detecção de mudanças climáticas”, afirmou Richa. Ele citou a inauguração de um radar meteorológico em Cascavel, neste mês, que fará varredura em todo oeste paranaense, leste do Paraguai e oeste de Santa Catarina. “Outros dois sistemas similares serão instalados em breve para fazermos a cobertura de 100% do território paranaense, prevendo desastres naturais e evitando danos às famílias”.

Participaram da solenidade o presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche; o secretário estadual da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho; o coordenador executivo da Defesa Civil, coronel Edemilson de Barros; o presidente do IAP, Luiz Tarcisio Mossato Pinto; além de representantes de secretarias e autarquias que participaram da reconstrução do Litoral em 2011.

SOS LITORAL – O projeto foi desenvolvido pelo governo do Paraná, por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Secretaria da Família e Desenvolvimento Social e Secretaria de Infraestrutura e Logística, governo federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, e prefeituras de Antonina, Morretes e Paranaguá.

Para o presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, o atendimento às famílias caracteriza a união de todas as secretarias. “Centenas de famílias que ficaram desabrigadas foram atendidas e hoje moram com segurança e qualidade”, disse.

Foram beneficiadas 223 famílias, sendo 85 em Antonina, 88 em Morretes e 50 em Paranaguá, com investimentos de R$ 11 milhões. Em caráter emergencial, as famílias foram resgatadas das áreas de risco e receberam donativos. Além de cobertores, roupas e agasalhos, foram arrecadadas e distribuídas 650 toneladas de alimentos e entregues às famílias kits com utensílios domésticos e peças de cama, mesa e banho.

Em seguida, o governo do Estado trabalhou na recuperação dos locais atingidos e construção de novas moradias. “Todo o Litoral ficou isolado, sem comunicação, energia ou telefonia e com a ação de todos, conseguimos resgatar as pessoas em menos de 24 horas”, afirmou o coronel Edemilson de Barros, coordenador executivo da Defesa Civil. O coronel Barros lembrou ainda que depois dessas ações o órgão ganhou mais força e montou um plano de ação emergencial e de prevenção a desastres naturais. “Criamos um Conselho Estadual de Proteção e Defesa Civil para tomada de decisões estratégicas e investimos pesado em infraestrutura”, conta.

O secretário da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, ressaltou que o diferencial do SOS Litoral foi a rapidez e a sinergia nos trabalhos. “Hoje o Estado está mais preparado para eventos como esse. Ver pessoas morando bem e com segurança nos dá o sentimento de dever cumprido”, afirmou.

Em todo Litoral, além da construção das casas, foram feitas reconstrução de 19 pontes e 2 galerias celulares, reconstrução de rodovias e acessos rurais, desassoreamento de rios, recuperação de talude e de encostas, pavimentação, iluminação e saneamento.

MORADIAS RURAIS – O programa de construção de moradias rurais é o maior em andamento no país e também foi premiado com o Selo de Mérito 2014. A meta de atender 10 mil famílias do campo em quatro anos foi superada com um ano de antecedência. Estão sendo atendidas 12 mil famílias, em 374 municípios.

Além da melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares, o programa de habitação rural mantém o homem no campo, com chances de aumentar sua produção e renda. O programa também colabora com o crescimento da economia local, pois leva a indústria da construção civil ao município.

São parceiros do programa o Governo do Paraná, por meio da Cohapar, a Secretaria da Agricultura e o instituto Emater, além da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e prefeituras.

HABITAÇÃO NO PARANÁ – O Paraná tem hoje o maior programa de habitação do país e é o estado com melhor desempenho do programa Minha Casa Minha Vida, com projetos habitacionais nos 399 municípios. A meta do governo do Paraná é atender 110 mil famílias com moradias no campo e na cidade.

Outros programas paranaenses importantes, a regularização fundiária já beneficiou mais de 12 mil famílias e com a titulação de imóveis, 10 mil famílias já foram atendidas, superando a meta inicial de 8 mil famílias em quatro anos.

Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em: http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Fonte: ANPr.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.