15/08/2017 Leão-marinho está em reabilitação em Florianópolis

Leão-marinho está em reabilitação em Florianópolis

Foto: Kiki Ache/Divulgação.

Um leão-marinho recolhido no sábado, 12, na praia do Pântano do Sul, está em reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), no Parque do Rio Vermelho, em Florianópolis. O trabalho é feito pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), em parceria com a ONG R3 Animal e a Polícia Militar Ambiental, dentro do Programa de Monitoramento das Praias da Bacia de Santos (PMP)

 

O animal é adulto e estava sendo monitorado pelas equipes do PMP desde o final de junho. Após passar por uma avaliação de médicos veterinários foi constatado que estava abaixo do peso e com uma lesão na região direita do pescoço.

 

Os machos de leão-marinho-sul-americano caracterizam-se pelo focinho ligeiramente achatado e pela pelagem marrom escuro e presença de grande quantidade de pelos na região do pescoço, lembrando a juba de um leão. A espécie distribui-se pelo litoral sul-americano desde Peru até o Uruguai. No Brasil, são encontrados principalmente nos Refúgios de Vida Silvestre do Molhe Leste de São José do Norte e Ilha dos Lobos em Torres, no Rio Grande do Sul. “Ainda não temos previsão de quanto tempo o animal ficará sob nossos cuidados. Os exames estão sendo realizados para que possamos decidir pelo melhor tratamento.”, explica a veterinária e gestora da R3 Animal, Cristiane Kolesnikovas.

 

Como você pode ajudar?

 

Em caso de lobos e leões-marinhos encontrados nas praias:

 

- a grande maioria dos lobos e leões-marinhos para em nossas praias apenas para descansar e retornam ao mar por conta própria. Alguns deles permanecem até uma semana no mesmo local e não necessitam de cuidados especiais;
- não tente devolver o animal para a água ou molhar;
- não tente alimentar o animal;
- ajude a isolar a área mantendo pessoas e animais domésticos afastados;
- obtenha fotografias do animal, possibilitando a identificação da espécie e documentação do caso;
- colabore com a sensibilização e a conscientização da comunidade;
- proteja a sua saúde. Os animais podem transmitir doenças aos seres humanos;
- evite respirar o ar expirado pelos animais.

 

O que é o Programa de Monitoramento das Praias da Bacia de Santos (PMP-BS)

 

A atividade é desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal da Petrobras na produção e escoamento de petróleo e gás natural no pólo pré-sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. O projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos dessas atividades sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos mortos. A área de abrangência do monitoramento engloba os municípios litorâneos dos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e do Rio de Janeiro e compreende mais de 1.500 km de costa. O projeto atende pelo 0800 642 334.

Fonte: Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma).




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.