15/09/2015 Izabella: restaurar florestas é novo desafio

Izabella: restaurar florestas é novo desafio

A ministra na Câmara: nova etapa. Foto: Paulo de Ataújo/MMA.

Em audiência pública na Câmara, ministra apresenta o cenário internacional para a construção de uma economia global de baixo carbono.


O Brasil deixará de emitir gases de efeito estufa por desmatamento e passará a restaurar florestas. Com essas palavras, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, sinalizou para as ambições da INDC brasileira, sigla para as metas nacionais que os países se comprometem a cumprir quando o novo acordo climático começar a valer, a partir de 2020.

 

“A expectativa é que a gente possa apresentar a nossa ambição para Paris numa trajetória que concilie proteção ambiental e desenvolvimento, a chamada economia de baixo carbono”, enfatizou a ministra, referindo-se à Conferência das Partes para Mudanças Climáticas (COP-Clima), que será realizada em dezembro deste ano na capital francesa.

 

ECONOMIA GLOBAL

 

As declarações foram feitas durante a audiência pública “O desafio das mudanças climáticas à luz da nova pauta da política econômica brasileira”, realizada nesta terça-feira (15/09), na Câmara dos Deputados, em Brasília. Aos deputados, a ministra apresentou o panorama internacional para a construção de uma economia global de baixo carbono e destacou o protagonismo brasileiro nesse cenário.

 

Izabella também explicou como esse trabalho está sendo realizado no País, com participação de diferentes ministérios e diálogo com diferentes setores da sociedade civil. Entre eles estão cientistas, entidades ambientalistas e representantes da Igreja, motivados pela encíclica papal. As metas consolidadas serão apresentadas pela presidenta Dilma Rousseff na última semana de setembro, em Nova York.

 

De acordo com a ministra, a expectativa é que o Brasil possa ter inovação de uso da terra sem provocar perda das florestas nacionais. Ela destacou, ainda, que a trajetória de restauração florestal deve ser feita com base no Código Florestal, gerando riqueza para o produtor e reduzindo emissões de gases de efeito estufa.

 

Também lembrou a importância do Cadastro Ambiental Rural (CAR), instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais, a partir de informações georreferenciadas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA).




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.