18/02/2014

IAP fiscaliza pesca predatória no rio Paranapanema

Foto: IAP / ERPVI

O Escritório Regional de Paranavaí do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) realizou incursões de fiscalização na represa de Rosana, em Diamante do Norte, no Noroeste do Estado. Fiscais do órgão percorreram o lago da represa, rio Paranapanema, nesse sábado e domingo (15 e 16) com objetivo de garantir o cumprimento da restrição da pesca conhecido como Piracema, quando os animais se reproduzem.

Ao todo, foram apreendidos 50 molinetes, cinco tarrafas, uma espingarda e 700 metros de rede. O material apreendido pelos fiscais serão encaminhados para instituições parceiras e a arma para a Policia Militar.

Ninguém foi autuado ou preso nessas excursões porque os pescadores ilegais fugiam assim que viam os fiscais do IAP. “A fiscalização contra caça e pesca irá continuar, inclusive após o término do período da piracema. Os que forem pegos em desacordo com as normas ambientais irão arcar com as sanções previstas em lei”, afirmou o chefe regional do IAP, Mauro Braga.

PIRACEMA - O período de restrição à pesca, conhecido como piracema, segue até o dia 28 de janeiro. O objetivo é garantir a reprodução dos animais nativos, como o Bagre, o Dourado, o Jaú, o Pintado e o Lambari. 

A restrição é regulamentada pela portaria número 242/2011, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), e a Instrução Normativa 25/2009, do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Ibama). Pescadores que flagrados em desacordo com as restrições poderão ser enquadrados na lei de crimes ambientais. 

Os infratores podem receber multas com valor a partir de R$ 700,00 por pescador e de mais R$ 20,00 por quilo de peixe pescado. Além disso, os materiais de pesca como varas, redes e embarcações, podem ser apreendidos.

 

Confira a galeria de fotos desta notícia aqui.

Fonte: Instituto Ambiental do Paraná - IAP




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.