19/12/2017 EUA divulgam vídeo de avistamento de óvni e admitem programa secreto de US$ 22 milhões

EUA divulgam vídeo de avistamento de óvni e admitem programa secreto de US$ 22 milhões

 

 

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos manteve por anos um programa milionário para observar óvnis (objetos voadores não identificados).

 

Revelada pelo jornal The New York Times, a iniciativa tinha o nome de “Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais” e teve financiamento no período entre 2007 e 2012.

 

Ainda segundo a publicação, esse programa secreto tinha orçamento de US$ 22 milhoes (R$ 72,5 milhões, no cambio de hoje) e foi comandado por uma autoridade militar no quinto andar do Pentágono.

 

Imagens registradas por um jato em 2004 e divulgadas pelo Departamento de Defesa foram analisadas por esse programa, que era de conhecimento de apenas um pequeno grupo de funcionários do governo americano.

 

No diálogo, os pilotos inicialmente identificam o objeto como um drone. Em seguida, surpreendem-se com o fato de estarem observando “uma frota” que seguia contra o vento.

 

O vídeo foi divulgado pelo próprio governo norte-americano.

 

Cientistas, contudo, afirmam que as imagens não são necessariamente um indicativo de vida alienígena.

 

Esse programa secreto foi criado por Harry Reid, senador democrata aposentado que era o líder da maioria do Senado à época.

 

Ele disse ao New York Times não se arrepender. “Não tenho que me desculpar. Eu fiz isso. Eu fiz algo que ninguém tinha feito antes”, declarou.

 

Reid é do Estado de Nevada, onde está localizada uma base secreta da força aérea americana conhecida como Área 51.

 

No Twitter, ele afirmou que o programa era um esforço sério de ciência e de segurança nacional.

 

“Se a América não assumir a liderança em responder a essas perguntas, outros irão”, escreveu, sem especificar que tipo de pergunta precisa ser respondida.

 

O financiamento do programa acabou em 2012, mas fenômenos aéreos atípicos continuam sendo analisados por diferentes agências do governo americano.

 

No início deste ano, a CIA, o serviço de inteligência dos EUA, liberou na internet milhões de páginas de documentos antes sigilosos, que foram desclassificados.

 

Os registros também incluíram registros de óvnis e uma coleção de relatórios sobre discos voadores.

Fonte: BBC Brasil.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.