20/04/2016 Programa de conservação de espécies ameaçadas terá U$ 13 milhões

Programa de conservação de espécies ameaçadas terá U$ 13 milhões

Foto: Leandro Luna.

Montante será investido na execução do Pró-Espécies, que atua na proteção da fauna e da flora ameaçadas de extinção.

 

O Fundo Global para o Ambiente (GEF) disponibilizou 13 milhões de dólares para o Programa Nacional de Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção (Pró-Espécies), instituído em 2014 pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). O objetivo é adotar ações de prevenção, conservação, manejo e gestão para minimizar as ameaças e o risco de extinção de espécies.

 

"O GEF corrobora e apoia nossa estratégia para conservação da biodiversidade, fortalecendo o arranjo já instituído pelo Pró-Espécies", destaca o diretor de Conservação de Espécies do MMA, Ugo Vercillo. Segundo ele, esse projeto propiciará a implementação de medidas em resposta às Listas de Espécies Ameaçadas de Extinção, integrando União, estados e municípios na implementação de políticas públicas.

 

A expectativa é que, até 2022, sejam tomadas medidas para proteção de todas as espécies ameaçadas do país, em especial as 290 que estão em situação mais crítica. Os principais fatores que levam a uma situação de ameaça de extinção são: perda ou alteração do habitat, caça ilegal, tráfico e espécies invasoras.

 

O projeto enviado pelo MMA ao GEF inclui diversas estratégia de atuação, entre elas:

 

- Elaboração de Planos de Ação Territoriais integrando fauna e flora;

 

- Inclusão de prioridade de áreas importantes para a preservação de espécies ameaçadas nos critérios do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do programa Bolsa Verde;

 

 - Desenvolvimento de manuais de operação para técnicos do licenciamento ambiental sobre medidas de mitigação e compensação do impacto sobre espécies ameaçadas de extinção;

 

- Desenvolvimento de inteligência para combate ao tráfico de animais silvestres;

 

Entre os resultados esperados com o projeto, estão:

 

- Implementação de políticas (Bolsa verde, CAR e licenciamento ambiental) em 12 áreas-chave para conservação de espécies ameaçadas de extinção, totalizando 9 milhões de hectares com ações incorporando considerações relativas às espécies ameaçadas de extinção;

 

- Capacitação de 200 agentes de fiscalização para atuar no combate ao tráfico em municípios críticos.

 

 

Edição: Alethea Muniz
Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1353

Fonte: Letícia Verdi / Ministério do Meio Ambiente.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.