21/03/2016 Fiscalização remove invasores do Parque da Serra do Tabuleiro

Fiscalização remove invasores do Parque da Serra do Tabuleiro

Foto: divulgação.

A Fundação do Meio Ambiente (Fatma), a Polícia Militar Ambiental, a Celesc e a Prefeitura de Palhoça fizeram uma ação conjunta na Passagem do Maciambu, na área e no entorno do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. O objetivo foi fiscalizar e coibir ocupações irregularidades, além de furto de energia elétrica. Construções foram demolidas e oito pessoas autuadas. A ação ocorreu na sexta-feira, 18.

 

Durante a ação, a Celesc cortou a luz e recolheu os cabos de residências que estavam consumindo energia sem a correta ligação com a distribuidora. Dentro do perímetro do parque, cercas, postes e até placas de oferta de terrenos foram retirados. A Polícia Militar Ambiental autuou quem morava em residências feitas irregularmente na área do parque. Uma casa de alvenaria que estava sendo construída, um galpão utilizado para fazer barracos usados em invasões e dois chiqueiros que estavam sobre o banhado foram demolidos.

 

“Batalhamos muito para que não ocorram invasões, mas como o parque é muito grande, nem sempre conseguimos chegar em tempo. Com essa ação em conjunto e com um resultado efetivo das demolições, fica o alerta para aqueles que querem burlar ou até que desconhecem a lei”, informa o gerente de Fiscalização da Fatma, Carlos Eduardo Rocha.

 

 

O gerente salienta que antes de comprar um terreno próximo ao Parque da Serra do Tabuleiro é importante verificar na Prefeitura se é possível construir no local. “Os vendedores fazem tudo para vender, dizem até que a área é fácil de legalizar. Vendem e transferem o prejuízo para quem comprou. Quem constrói em lugar irregular pode ser a casa demolida, como ocorreu”, explica.

 

Maior unidade de conservação

 

O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro foi criado em 1975, possui quase 85 mil hectares, o que corresponde a cerca de 1% do território catarinense. A unidade de conservação abrange áreas nos municípios de Florianópolis, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, São Bonifácio, São Martinho, Imaruí e Paulo Lopes.

Fonte: Fundação do Meio Ambiente (Fatma).




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.