21/05/2015 Milhões de empregos renováveis no mundo

Milhões de empregos renováveis no mundo

Desde fevereiro de 2014 as placas solares do Minha Casa, Minha Vida, em Juazeiro, já gerou cerca de 2.000.000 kWh de energia limpa, comercializada no mercado livre. O dinheiro desta venda é depositado na conta das famílias. Ao promover a capacitação de moradores na instalação das placas, a iniciativa também promoveu a união entre as pessoas e a inclusão social, já que aumentou a renda da população local. Foto: Greenpeace/Carol Quintanilha.

Trabalho na indústria de energia renovável aumentou em mais de 1 milhão de empregos no último ano.

 

Um novo relatório da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA) mostra que, hoje, mais de 7,7 milhões de pessoas no mundo trabalham na indústria de energia renovável, um aumento de 18% em relação aos 6,5 milhões de trabalhadores em 2014. O relatório “Energia Renovável e Empregos – Revisão Anual de 2015” também fornece pela primeira vez uma estimativa global da quantidade de trabalhos de grandes hidrelétricas, um número conservador de 1,5 milhão de empregos diretos que seriam adicionados em todo o mundo.

 

“O setor da energia renovável continua a se reafirmar como um grande empregador global, gerando fortes benefícios econômicos e sociais em todo o mundo”, diz o diretor executivo da IRENA, Adnan Amim. “Esse aumento do número de empregos é impulsionado, em parte, pelo declínio dos custos de tecnologia de energia renovável, o que cria mais postos de trabalho na instalação, operação e manutenção de sistemas fotovoltaicos. Esperamos que esta tendência de crescimento prossiga com o fortalecimento do setor de energias renováveis.”

 

A quantidade de empregos renováveis é moldada por mudanças regionais, realinhamentos da indústria, a crescente concorrência e os avanços nas tecnologias e processos de fabricação. Cada vez mais surgem empregos no setor de energia renovável na Ásia, com destaque para China, Índia, Indonésia, Japão e Bangladesh. Mesmo que a quantidade de empregos renováveis tenha aumentado na União Europeia e nos Estados Unidos, juntos eles representam 25% dos empregos globais em comparação aos 31% em 2012.

 

Os 10 países com os maiores números de emprego de energias renováveis ​​são China, Brasil, Estados Unidos, Índia, Alemanha, Indonésia, Japão, França, Bangladesh e Colômbia. A indústria solar fotovoltaica é a maior empregadora de energia renovável em todo o mundo, com 2,5 milhões de empregos, seguido de biocombustíveis líquidos, com 1,8 milhões de empregos e de energia eólica, que ultrapassou um milhão de postos de trabalho pela primeira vez este ano.

 

“Se continuarmos a investir nas energias renováveis ​​e nos seus múltiplos benefícios económicos, ambientais e sociais, a quantidade de emprego em energias renováveis ​​vai continuar a crescer”, afirma Amin. “A pesquisa de IRENA estima que duplicar a quota das energias renováveis ​​na matriz energética global até 2030, resultaria em mais de 16 milhões de empregos em todo o mundo.”

Fonte: Greenpeace.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.