21/08/2014

As três perguntas chaves para determinar se uma empresa leva a sério a sustentabilidade

Foto: AndreyPopov via Getty Images.

Muitas pessoas se perguntam: "Esta empresa está apenas dando um show ao demonstrar interesse pelo meio ambiente, por questões sociais ou de direitos humanos? Ou ela realmente compreende que essas questões afetam a vida das pessoas e o futuro de nosso planeta, assim como sua própria rentabilidade?" No final do processo de pesquisa e redação de "A Better World, Inc.: How Companies Profit by Solving Global Problems... Where Governments Cannot" [Um mundo melhor S.A.: Como as empresas lucram solucionado problemas globais... onde os governos não podem - ed. Palgrave Macmillan, 2014], descobri que há três perguntas chaves para se determinar se uma empresa leva a sério a sustentabilidade.


Pergunta chave nº 1: a diretoria é organizada para abordar a sustentabilidade?


O conselho de diretores tem a responsabilidade legal e fiduciária de garantir a prosperidade da empresa. Os riscos no século 21 incluem a escassez de recursos, altos custos de combustíveis fósseis, conflitos trabalhistas, resistência da comunidade resultante de abusos aos direitos humanos e falta de mão de obra qualificada para empregos de alta tecnologia.

 

Além disso, há muitas oportunidades de crescimento para empresas que perseguem soluções inovadoras para os desafios globais. Essas são questões da diretoria.


Para maximizar o valor do acionista, a diretoria deve ser organizada para abordar a agenda de sustentabilidade da companhia.


Como se pode discernir se a diretoria é organizada para esse fim?


O conselho de diretores tem um comitê enfocado em questões de sustentabilidade, cujos membros têm estatura relevante, experiência e perícia? Essa informação deve estar disponível no site da companhia. (Uma exceção é a Ericsson, cuja diretoria inteira se concentra na sustentabilidade. Veja a estratégia chave da companhia em seu site).


O conselho de diretores é formado por pessoas de formações e perspectivas de diversificadas, incluindo pessoas com experiência e perícia em mercados emergentes; questões sociais, econômicas e ambientais; e novas tecnologias? (Isto indica que a diretoria como um todo é capaz de imaginar o potencial maior da companhia, assim fazendo perguntas gerenciais relevantes em um mercado global onde fatores sociais, econômicos e ambientais mutáveis afetam o crescimento e os lucros).


Pergunta chave nº 2: Como a companhia se envolve com parceiros valiosos e ONGs/entidades beneficentes em questões de sustentabilidade?


As empresas vão maximizar o sucesso de suas iniciativas de sustentabilidade ao colaborar com ONGs. As empresas trazem recursos valiosos para alcançar impactos sociais, ambientais e econômicos. Elas têm muito a ganhar, entretanto, ao acessar e alavancar a perícia, relações comunitárias e credibilidade de determinadas ONGs parceiras para iniciativas/programas específicos dentro da estratégia geral de sustentabilidade da empresa.


Como você pode discernir se a empresa se envolve com ONGs/entidades parceiras valiosas em relacionamentos significativos?


Qual é a qualidade e a credibilidade das ONGs/entidades parceiras? O que você pode saber sobre a missão e o trabalho da organização, dos membros da diretoria e suas afiliações, o passado dos executivos e suas principais fontes de renda? Essa informação deve estar disponível no site da companhia, assim como no site das ONGs/entidades e no formulário de Imposto de Renda da ONGs/entidades.


Qual a importância do relacionamento entre a companhia e as ONGs/entidades e qual é o impacto de seus esforços conjuntos? O que você pode determinar com base nas comunicações entre a companhia e as ONGs/entidades, assim como em uma pesquisa na Internet?


Pergunta chave nº 3
: Como a companhia se envolve com os atores interessados?


A marca de um programa de sustentabilidade eficaz é seu envolvimento com os diversos atores em discussões importantes sobre as decisões da companhia que terão impactos sociais, ambientais e econômicos. Os atores incluem, entre outros, consumidores, empregados, investidores e comunidades onde a companhia opera. Exemplos poderiam incluir a locação ou relocação de uma grande instalação em um mercado emergente, a obtenção de recursos naturais de uma determinada localização geográfica, o apreçamento de um produto que afetará um segmento da comunidade que é sensível a preços, ou criar um novo produto ou serviço que se destine a atender a um desafio social ou ambiental.


As empresas podem maximizar seu valor captando a sabedoria dos atores dos cantos mais longínquos do mundo.


Como você pode discernir se uma companhia está envolvida com os atores? Como existe uma variedade de grupos interessados, e tantas formas de envolvimento, isso pode ser mais difícil de verificar, mas aqui estão algumas maneiras.


A companhia descreve suas relações com ONGs/entidades que ajudam a facilitar seu envolvimento com os atores em comunidades globais ou distantes onde a empresa tem presença? Essas ONGs/entidades parecem qualificadas com base em sua missão e seu trabalho, diretoria e afiliações, o passado dos executivos e suas principais fontes de renda?

 

Essa informação deve estar disponível no site da companhia, assim como nos sites das ONGs/entidades parceiras e no Imposto de Renda das ONGs/entidades.


A companhia tem uma presença na mídia social que permite intercâmbio?


A companhia participa de organizações como CDP, Global Reporting Initiative, IIRC e Sustainability Accounting Standards Board (para companhias americanas), que ajudam a facilitar a responsabilidade contábil e a divulgação de impactos sociais e ambientais?


Consumidores, empregados e investidores estão conduzindo a agenda de sustentabilidade, e empresas inteligentes estão prestando atenção. Essas perguntas deveriam ajudá-lo a determinar quais são as companhias inteligentes.

Fonte: Alice Korngold / Brasil Post.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.