22/07/2013

Fiscalização lacra incineradores de empresa de tratamento de resíduos de saúde em Caxias do Sul

A empresa Seresa Serviços de Resíduos de Saúde Ltda, de Caxias do Sul, teve seus dois incineradores lacrados depois de uma vistoria conjunta realizada na sexta-feira (12/07) por técnicos da Fepam e agentes do Batalhão Ambiental. Foram constatadas diversas (e graves) irregularidades: resíduos dispostos de forma inadequada, grande quantidade de material perfurocortante e infectante espalhados (agulhas e seringas) fora de recipientes adequados, além de descumprimento do controle das emissões de gases e extravasamento de efluente contaminado fora das bacias de contenção, evidenciando contaminação do solo. A multa foi de R$ 818.460,00.

 

De acordo com os técnicos da Fepam os incineradores permanecerão lacrados até a Seresa cumprir todas as advertências impostas no Auto de Infração. Enquanto isso, a empresa poderá apenas coletar os resíduos biológicos e perfurocortantes encaminhando-os para tratamento terceiro devidamente licenciados e armazenar os resíduos químicos.

 

A vistoria foi motivada por reclamações da população e contou com uma equipe multidisciplinar da Fepam que constatou que o empreendimento funciona precariamente sem o atendimento às condicionantes da Licença de Operação e da legislação ambiental. Em uma residência no entorno do empreendimento, distante cerca de cinco metros, onde havia crianças que tinham contato direto com as emissões irregulares provenientes do empreendimento, o odor e a fumaça eram perceptíveis e causavam desconforto ao respirar e irritação nos olhos, conforme constataram os técnicos da Fepam e agentes do Batalhão Ambiental. Além disso, foi observado que o solo do terreno contíguo ao empreendimento apresentava sinais de contaminação por efluentes e cinzas com o agravante de que a empresa funciona 24h de segunda a sexta-feira.

 

A empresa não foi totalmente lacrada ou impedida de operar, mas como alguns equipamentos se mostraram em total desacordo com a legislação CONAMA 316/2002 e aos itens da Licença de Operação, foram proibidos de operar até que apresentam condições técnicas e ambientais aceitáveis.

Fonte: Fatma - Assessoria de Informação.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.