22/11/2013

Meta de emissões virá na hora certa, diz embaixador brasileiro

Ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Marcello Casal.
Foto: Marcello Casal Jr./Ag. Brasil


Os negociadores brasileiros subiram o tom em relação a boatos que circulam na COP 19. Algumas ONGs internacionais diziam que Brasil estaria liderando um bloco para atrasar e esvaziar o próximo acordo mundial do clima, a ser fechado em 2015.

Questionado sobre quando o Brasil apresentaria suas novas metas de redução de gases-estufa, o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, que chegou ontem a Varsóvia, disse que os números "virão na hora certa", quando o país sentir que as condições de negociação são adequadas.

"Antes de termos os números, é preciso saber com clareza quais vão ser as condições. Não temos pressa para apresentar um número que não significa nada", disse Figueiredo.

O negociador-chefe do Brasil, José Antônio Marcondes de Carvalho, disse que o país não foi a Varsóvia para "escolher culpados", mas cobrou transparência nas negociações.

Os negociadores brasileiros dizem que os resultados da conferência ainda estão incertos. As reuniões têm se estendido pela madrugada.

Fonte: Giuliana Miranda / Folha de São Paulo




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.