23/01/2015 Após 5 adiamentos, e-social deve ser implantado neste ano

Após 5 adiamentos, e-social deve ser implantado neste ano

Todas as dúvidas sobre o e-social foram respondidas por um especialista, em palestra realizada em Curitiba e transmitida por vídeo conferência.
Foto:
Mauro Frasson.

Todas as dúvidas sobre o novo sistema que unifica – em um mesmo ambiente online -informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas que as empresas precisam enviar ao governo foram respondidas por um especialista em uma palestra realizada pela Fiep, Fecomércio e CRCPR. O prazo maior para a adaptação das empresas foi uma conquista das entidades representativas de classes.

 

Cerca de duzentos contadores de todo o Paraná acompanharam no dia 22/1 (quinta-feira) uma palestra de esclarecimento sobre o e-social, promovida pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR) e Confederação Nacional da Indústria (CNI). Previsto inicialmente para ser implantado obrigatoriamente por todo empregador a partir de 2013, o programa que unifica todas as informações referentes aos trabalhadores contratados passará a ser válido só em 2015, para alguns segmentos.

 

Em esforço conjunto, as entidades representativas de classes conseguiram negociar com o governo um prazo maior, para que as empresas pudessem se adaptar à nova plataforma. A previsão é de que o sistema passe a ser implantado no meio deste ano, inicialmente apenas por grandes empresas. “O que fez a diferença para que conseguíssemos esse prazo maior foi o associativismo, a parceria. É o que estamos buscando mostrar há 6 anos com nossa campanha de contribuição sindical, quando Fiep, Federação da Agricultura do Paraná (Faep) e Fecomércio se uniram pela primeira vez para estimular a contribuição sindical. É o que queremos mostrar aos contadores, quando oferecemos palestras com temas específicos para o setor, que irão contribuir com seu trabalho. Podemos nos ajudar muito”, analisou Débora Negrello, coordenadora do Departamento de Arrecadação Sindical da Fiep.

 

E-social – O e-social foi criado com o objetivo de unificar, integrar e padronizar o envio de informações pelo empregador em relação a seus empregados. Após a publicação da versão definitiva do manual de orientação da ferramenta haverá seis meses de teste do sistema e outros seis para adaptações.

 

Sua primeira etapa consiste no cadastramento das informações de empregadores e empregados no sistema. O projeto engloba todas as declarações e documentos, inclusive para o recolhimento de tributos envolvidos nas relações trabalhistas. Serão inseridas no e-social as informações sobre admissões, demissões, horas extras, dissídios coletivos, acidentes de trabalho, saúde do trabalhador, afastamentos, controle de atividades, tributos retidos, informações para recolhimento do FGTS e INSS, prestação de serviços e folha de pagamento, entre outros.

 

A palestra “Impactos do e-social nas empresas: pontos de atenção e caminho das pedras” foi  conduzido por Danilo Lollio, gerente de Legislação da Wolters Kluwer Prosoft, empresa holandesa que presta serviços nas áreas jurídica, fiscal, contábil, financeira, de auditoria, compliance e de saúde. “Todos querem saber sobre as penalidades para quem não se adequar. Para qualquer documento do Sped (Sistema Público de Escrituração Digital) não entregue, ou entregue com atraso, a multa é de R$ 500 – isso, para quem optou pelo Simples”, destacou Lollio, que também chamou atenção para o correto preenchimento das informações lançadas no sistema. “As informações precisam estar corretas, ou as penas podem ser ainda mais duras”, alertou.

 

O executivo lembrou que o micro empreendedor individual também terá que lançar suas informações no e-social. “A regra é a mesma porque a CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) é a mesma para todos”, disse.

 

A palestra foi realizada no Campus da Indústria da Fiep, em Curitiba, e transmitida por vídeo conferência para diversas cidades do Estado.

Fonte: Agência Fiep.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.