23/08/2013

Programa Cozinha Brasil, do Sesi PR, é implantado na Guatemala

Visita do grupo de trabalho e lideranças locais ao INCOPAS – Instancia de Consulta y Participación Social, que tem com foco a segurança alimentar, na Guatemala.
Fotos: divulgação

O Cozinha Brasil, programa de educação alimentar desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), que tem como um dos pilares a promoção de uma   alimentação saudável e de baixo custo,  foi implantado este mês na Guatemala.  “O programa será implantado como política pública, inserido no Pacto Hambre Cero Guatemala, que já seguiu o modelo do programa Fome Zero, do governo brasileiro”, explicou o superintendente do Sesi no Paraná, José Antonio Fares. Segundo ele, o Paraná foi o departamento regional distinguido pelo Conselho Nacional do Sesi em virtude dos bons resultados que o programa tem apresentado no Estado.

 

No início de agosto, a coordenadora técnica do Cozinha Brasil, Vera Coimbra, e a nutricionista Ana Paula Remer, ambas do Sesi no Paraná, participaram de uma missão internacional na Guatemala. A meta da missão foi iniciar a capacitação da equipe técnica guatemalteca com vistas à construção de um material didático próprio para o “Cocina Guatemala”. Lá, as duas representantes do Sesi puderam conhecer a cultura alimentar e os recursos disponíveis à operacionalização do programa naquele país. A partir disso, começarão a assessorar a equipe técnica guatemalteca responsável pela adequação da metodologia Cozinha Brasil à realidade local.

 

A transferência da tecnologia social do Cozinha Brasil é uma ação prevista no acordo de cooperação assinado ano passado entre o Sesi, a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores, e o Governo da Guatemala. O objetivo é promover a melhoria da saúde e qualidade de vida da população guatemalteca, por meio da capacitação para a produção de alimentação de alto valor nutricional e baixo custo.

 

Segundo Vera Coimbra, o interesse pelo programa Cozinha Brasil foi despertado a partir de um evento realizado pela FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura. “A FAO, reconhecendo o Cozinha Brasil como um modelo a ser seguido na promoção de uma alimentação saudável e de baixo custo, em 2012 realizou um workshop para divulgar o programa, que teve a participação de vários países, entre eles a Guatemala”, contou a coordenadora técnica do Sesi.

 

Sobre o Cozinha Brasil - Criado em 2004, o Sesi Cozinha Brasil oferece cursos de educação nutricional aos trabalhadores das indústrias e seus familiares e à comunidade em geral, levados em unidades móveis (caminhão adaptado) ou em unidades fixas ou semifixas.

 

Uma das linhas dessa tecnologia social é o melhor aproveitamento dos alimentos, orientado para o uso de partes não convencionais, tais como cascas, talos e sementes, que normalmente seriam descartados.

 

O programa está implantado em todos os Estados e, desde seu início, já beneficiou cerca de um milhão de pessoas, em mais de dois mil municípios brasileiros.  No Paraná, onde começou a funcionar em 2005, o Cozinha Brasil já capacitou quase trinta e oito mil pessoas, através de cursos realizados em parceria com indústrias, prefeituras e outras organizações, em 123 municípios.

 

A tecnologia social Sesi Cozinha Brasil já está implantada, também, em Moçambique e no Uruguai. Depois da Guatemala, será a vez de Honduras e El Salvador.

Fonte: Agência de Notícias do Sistema FIEP




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.