23/09/2013

Governo de SC decreta situação de emergência em 50 municípios afetados pela chuva

Foto: divulgação

O governador Raimundo Colombo assinou no final da tarde desta segunda-feira, 23/09, decreto de situação de emergência em 50 municípios catarinenses por conta da chuva que atinge o Estado desde o fim da semana passada. O decreto 1.753 será publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira e ficará em vigor por 180 dias. O principal objetivo do decreto, de acordo com Colombo, é garantir que os órgãos de Defesa Civil e as prefeituras possam atuar na recuperação dos prejuízos da forma mais ágil possível para o atendimento emergencial às pessoas afetadas pela chuva.

 

Veja aqui a galeria de fotos.

 

"Os órgãos de Defesa Civil e as prefeituras poderão comprar, sem o processo burocrático de concorrência pública, remédios, alimentos, equipamentos e utensílios domésticos e contratar máquinas para tirar bloqueio nas estradas. É um procedimento que agiliza todo o processo de atendimento às pessoas”, explica Colombo.

 

Os 50 municípios onde foi decretada situação de emergência pelo Governo do Estado são:

 

Agrolândia
Agronômica
Apiúna
Atalanta
Aurora
Bela Vista do Toldo
Blumenau
Bom Retiro
Braço do Trombudo
Brusque
Camboriú
Campo Erê
Canoinhas
Caçador
Curitibanos
Gaspar
Guaraciaba
Guaramirim
Ilhota
Indaial
Irineópolis
Ituporanga
Jaraguá do Sul
Joinville
Lages
Laurentino
Lontras
Papanduva
Pouso Redondo
Porto União
Presidente Getúlio
Rio do Oeste
Rio do Sul
Rio Negrinho
Rodeio
Saltinho
Santa Terezinha do Progresso
São José dos Cedros
São Miguel do Oeste
Serra Alta
Taió
Tangará
Timbó
Timbó Grande
Três Barras
Trombudo Central
Urubici
Videira
Vitor Meirelles
Witmarsum

 

No início da tarde, o governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, sobrevoaram as cidades afetadas no Vale do Itajaí e participou de reuniões em Rio do Sul e em Blumenau. Também participaram o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra; o secretário Nacional da Defesa Civil, Humberto de Azevedo Viana Filho; a Ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti; o senador Casildo Maldaner; e o deputado federal Rogério Peninha Mendonça.

 

Abrigos
O major Aldo Batista Neto, diretor de resposta à desastres naturais da Defesa Civil de SC, explica que as pessoas que precisam ser acolhidas em abrigos devem procurar a Defesa Civil Municipal (pelo 199), os Bombeiros (193) ou a Polícia Militar (190). A recomendação de que as pessoas levem algum tipo de alimento para as primeiras 24 horas, colchões e roupa de cama, roupas pessoais e medicações de uso continuado. O major Neto acrescenta que, neste momento, a Defesa Civil ainda não precisa de doações de materiais. 

Fonte: Alexandre Lenzi / Maiara Gonçalves (Governo de SC)




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.