23/12/2013

Balneabilidade: pontos impróprios em Santa Catarina diminuem de 67 para 49

Lagoa da Conceição possui 9 pontos dos 200 monitorados pela Fatma em Santa Catarina.
Foto
: divulgação

Segundo relatório da temporada 2013-2014 apresenta um índice de impropriedade de 24,5% no estado de Santa Catarina.


A Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma) divulgou no dia 20 de dezembro o segundo relatório de balneabilidade da temporada 2013-2014. De acordo com as coletas, em Santa Catarina há 49 pontos impróprios para banho, dos 200 pontos monitorados. Já na Capital, dos 66 pontos avaliados, 18 estão impróprios. O índice de impropriedade, portanto, ficou em 24,5% no Estado e em 27,27% em Florianópolis.

Em relação ao relatório anterior, houve a diminuição de 18 pontos impróprios no estado, de 67 para 49. De acordo com o oceanógrafo da Fatma, Carlos Cassini, um dos principais motivos para a diminuição dos pontos impróprios é o tempo seco nos últimos dias. Já em Florianópolis, permanece o mesmo número. Em relação ao mesmo período do ano passado, haviam 40 pontos impróprios em Santa Catarina.

As condições de balneabilidade são determinadas pela quantidade de coliformes fecais amostradas nos locais de coleta. A presença de coliformes fecais indica o lançamento de esgoto nas águas do mar. De acordo com o gerente de Pesquisa e Análise da Qualidade Ambiental da Fatma, Haroldo Tavares Elias, a ligação incorreta na rede de esgoto, os efluentes provenientes de sistemas individuais de tratamento (fossa/filtro) ineficientes, de sistemas coletivos incompletos ou com operação irregular ou mesmo de esgoto bruto tem sido a principal causa para a poluição nas praias catarinenses. "Outro fator são as chuvas intensas e ressacas, de forma geral, que contribuem para o incremento na quantidade de esgoto que chega até as praias", esclarece Haroldo.

A Fatma sugere aos banhistas que procurem locais afastados de rios, riachos e galerias de drenagem pluvial, especialmente de 24h a 48h após maior volume de chuvas, pois há maior probabilidade de haver fontes poluidoras nestes pontos.

Cada um dos 200 pontos monitorados não representa, necessariamente, uma praia. A Lagoa da Conceição, por exemplo, possui 9 pontos destes 200. Isso porque é um local onde preocupa o órgão por ter características próprias como a pouca circulação de água e falta de oxigenação, além de um número demasiado de ligações clandestinas de esgoto. Santa Catarina possui mais de 200 praias e nem todas apresentam necessidade de monitoramento.

O relatório de balneabilidade da Fatma permanece semanal até março de 2014, salvo na última semana de dezembro, quando o órgão entra em recesso. É possível acompanhar a balneabilidade do litoral catarinense por um sistema do google maps: http://www.fatma.sc.gov.br/laboratorio/mapa.


Veja o relatório de balneabilidade da Fatma completo

Fonte: Assessoria de Informação / Fatma




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.