24/10/2016 Reserva marinha do Arvoredo promove dia de limpeza

Reserva marinha do Arvoredo promove dia de limpeza

Participantes do mutirão de limpeza retiram "rede fantasma".
Foto:
Dan Jacobs Pretto.

50 mergulhadores retiraram “redes fantasmas” e outros equipamentos de pesca abandonados no fundo do mar da UC em Florianópolis (SC). Material ameaça peixes e outros animais

 

Brasília (24/10/2016) – O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em parceria com a Associação das Marinas e Garagens Náuticas de Santa Catarina (Acatmar) e duas empresas que operam mergulho na região de Florianópolis (SC), promoveu nesse sábado (22) o evento “Limpeza dos Mares” na Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. O objetivo foi retirar “redes fantasmas” do interior da unidade.

“Redes fantasmas” são redes e equipamentos de pesca abandonados ou perdidos pelos pescadores nos mares. Esse tipo de material representa forte ameaça à população de peixes e outros animais marinhos.

 


ARVORE2

 

Cerca de 50 mergulhadores realizaram o trabalho na Ilha da Galé. Eles retiraram redes, cabos, espinhéis com anzóis, varas e linhas de pesca e âncoras nas proximidades de um naufrágio.

A bordo da lancha “Madracis”, a equipe do ICMBio supervisionou e deu apoio ao trabalho realizado pelos mergulhadores voluntários.


Todo lixo de pesca fará parte de pesquisa de aluna de biologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que pretende caracterizar os apetrechos de pesca que capturam continuamente animais marinhos.

Como era previsto, nas redes retiradas do mar foram encontrados diversos peixes, caranguejos e até uma espécie de arraia, informou o chefe da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, Ricardo Castelli.

“O lixo no mar, em especial as ´redes fantasmas' representam um problema global que ocasiona grande mortandade de animais, causando uma degradação lastimável na biodiversidade marinha, tendo em vista que o material dessas redes permanecem por muitos anos matando animais de diversas espécies desde peixes e invertebrados até tartarugas e golfinhos”, disse ele.

Além de fazer a limpeza do mar, o evento teve o objetivo de sensibilizar as pessoas em relação à importância da conservação dos oceanos e o perigo que representa o lixo para a biodiversidade marinha.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

Fonte: Comunicação ICMBio.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.