24/11/2016 Cemave estuda aves terrestres da Estação Ecológica Carijós

Cemave estuda aves terrestres da Estação Ecológica Carijós

Durante os trabalhos em campo, 44 aves foram capturadas.
Foto:
Cemave/Carijós.

Em mais uma expedição à estação ecológica em Florianópolis, projeto reúne novos dados sobre padrões de muda das espécies existentes na unidade

 

Brasília (24/11/2016) – O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres (Cemave) encerrou ontem (quarta, 23) a expedição de novembro do projeto de pesquisa Caracterização dos padrões de mudas em aves da Estação Ecológica (Esec) Carijós.

A unidade de conservação fica em Florianópolis (SC) e, assim como o centro de pesquisa, é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Além de servidores da Esec e do Cemave, a expedição contou com a participação de bolsistas do Pibic/ICMBio.

 

carijos2
Quarenta e quatro aves foram capturadas e
três recapturadas. No total, foram colocadas
40 novas anilhas. Todo esse trabalho durou
aproximadamente cem horas – uma média
de 10 horas de esforço de captura por
rede montada.


Os dados ainda estão sendo processados, mas os técnicos do Cemave e da Esec adiantaram que, entre as 14 diferentes espécies de aves capturadas, a mais numerosa foi a pia-cobra (Geothlyps aequinoctialis).

Entre elas, estão também as estrelas da Esec: saí-azul (Dacnis cayana), beija-flor-de-garganta-verde (Amazilia fimbriata), beija-flor-de-fronte-violeta (Thalurania glaucopis), gaturamo-verdadeiro (Euphonia violácea) e bacurau-tesoura (Hydropsalis torquata).

Sob coordenação da analista ambiental do Cemave-Base Sul, Camile Lugarini, o projeto, que segue até o próximo ano, investiga o padrão de mudas das aves terrestres da Esec Carijós com expedições mensais na unidade de conservação.

Segundo os analistas ambientais Silvio de Souza e Luis Otávio Rocha, o que tornou a expedição “muito especial” foi a eleição da área: restinga e mata secundária bem preservadas na zona central da UC, um local onde a equipe de fiscalização já desmontou acampamentos ilegais de cata de caranguejo em anos anteriores.

Serviço:

Clique aqui para ter acesso ao Guia de Aves da Estação Ecológica de Carijós

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

Fonte: Comunicação ICMBio.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.