25/02/2014

Celesc implementa tecnologia para redução do consumo de energia elétrica em Papanduva e região

A partir desta terça-feira, 25, o Programa de Eficiência Energética da Celesc inicia a troca de  chuveiros e lâmpadas convencionais por equipamentos mais eficientes nos municípios de Papanduva, Itaiópolis, Mafra, Canoinhas, Três Barras, Monte Castelo, Irineópolis, Major Vieira e Porto União, no Norte do estado. A medida se estende até 22 de março e beneficiará aproximadamente 13 mil unidades consumidoras com tarifa social na região. A concessionária investirá R$ 2,5 milhões e estima uma economia média de 2.400 megawatt-hora (MWh) ao ano.

 

Essa é mais uma etapa do projeto Energia do Bem, integrante do Programa de Eficiência Energética da Celesc (PEECelesc). A grande inovação do Energia do Bem é a troca dos chuveiros elétricos antigos, que possuem uma potência de, em média, 5.400 watts, por chuveiros com 3.800 watts acrescidos da tecnologia de recuperação de calor.

 

O princípio de funcionamento do produto é o reaproveitamento térmico: o calor é reaproveitado por meio do contato indireto entre a água do banho (quente) com a água da caixa (fria) por meio de um equipamento chamado trocador de calor, fazendo com que a água da caixa chegue ao chuveiro pré-aquecida. Esse pré-aquecimento faz com que o chuveiro precise de menos potência para aquecer a água, gerando assim economia de energia.

 

Além da instalação do trocador de calor, o projeto contempla ainda a substituição de lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas e palestras educativas sobre o uso correto, consciente e seguro da energia elétrica nas comunidades beneficiadas.

 

A troca dos equipamentos de aquecimento e iluminação deve representar uma redução na potência instalada da residência na ordem de 30%. Caso a família adote estratégias conscientes de consumo, a redução na conta de energia elétrica pode ficar entre 30 e 50%.

 

Investimentos


No total, o projeto Energia do Bem, que já está na terceira edição, beneficiará 43 municípios em todo o estado, além do município de Rio Negro, no Paraná. A estimativa é que, no período de um ano, o consumo diminua em até 50%, gerando uma redução de 7700 MWh, suficiente para abastecer uma cidade do tamanho de São Miguel do Oeste - com 39 mil unidades consumidoras residenciais - durante um mês. A redução de demanda esperada é de, aproximadamente, 3,7 MW.

 

O Programa de Eficiência Energética da Celesc atua também na instalação de sistemas de aquecimento de água por energia solar e na troca de refrigeradores antigos por outros mais eficientes. As ações de eficiência energética também chegam a indústrias, por meio da substituição de motores e equipamentos elétricos, e a hospitais e instituições sem fins lucrativos, com a troca dos sistemas de iluminação, refrigeradores, condicionadores de ar e motores elétricos.

 

Veja como funciona o trocador de calor:


trocador 20140225 1263333397

 

1 - A água proveniente da caixa d’água é desviada, passando por uma serpentina de alumínio, acoplada no chão;

2 – A água que cai do chuveiro aquece a água que circula na serpentina;

3 – Com isso, há reaproveitamento do calor, pois a água retorna ao chuveiro pré-aquecida

4 – Esse pré-aquecimento faz com que o chuveiro precise de menos potência para aquecer a água, gerando assim economia de energia.

Fonte: Ana Carolina Dall'Agnol / Assessoria de Comunicação Celesc.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.