25/05/2016 PNUD e parceiros se unem para promover desenvolvimento sustentável no Rio Grande do Sul

PNUD e parceiros se unem para promover desenvolvimento sustentável no Rio Grande do Sul

Municípios e estado do Rio Grande do Sul se unem ao PNUD para implementar Agenda 2030 da ONU. Imagem de Pelotas.Foto: Eduardo Amorim / Flickr (CC).

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), municípios, estado, sociedade civil e setor privado vão desenvolver iniciativas locais para monitorar e promover implementação da Agenda 2030 da ONU no RS.

 

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e entidades do Rio Grande do Sul firmaram na terça-feira (24) um acordo para garantir o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável a níveis municipal e estadual. A iniciativa envolverá o governo do estado, as prefeituras, a sociedade civil e o setor privado na implementação dos Objetivos Globais da ONU.

 

O Rio Grande do Sul já conta com um núcleo próprio dedicado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Este organismo – representado pela organização não governamental Moradia e Cidadania – se juntou ao PNUD e à Federação das Associações de Municípios do estado (FAMURS) para definir indicadores locais de monitoramento da Agenda 2030 em cidades e regiões do estado.

 

Engajamento social e gestão participativa
serão fator-chave para a construção,
a implementação e o monitoramento
de soluções para o alcance dos ODS.

 

O plano de ação também prevê o apoio ao desenvolvimento do “Portal RSustentável”, que dará suporte ao trabalho do núcleo na municipalização dos ODS.

 

O representante do organismo, Dilmar Sittoni, destacou que a cooperação com diversos segmentos é essencial, principalmente porque algumas temáticas específicas, como a eficiência energética e o acompanhamento dos ODS, requerem apoio técnico.

 

“A atuação da sociedade civil foi essencial para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e a formulação da Agenda 2030. Portanto, o engajamento social e a gestão participativa serão fator-chave para a construção, a implementação e o monitoramento de soluções para o alcance dos ODS. O resultado dessa abordagem é mais criatividade, participação e transparência”, explicou o diretor de país do PNUD no Brasil, Didier Trebucq.

 

Após a assinatura do acordo de entendimento, foi discutida a formação de novas parcerias com empresários e representantes do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Trebucq participou ainda de uma audiência com o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, para debater a Agenda 2030.

 

Também participaram dos eventos representantes da Caixa Econômica Federal e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) — parceiros do projeto Brasil ODS 2030.


Fonte: ONU Brasil.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.