25/08/2014

Vigilância Sanitária alerta sobre consumo e venda de moluscos em Santa Catarina

Foto: divulgação.

O consumo e comércio de moluscos bivalves, como ostras, vieiras, mexilhões e berbigões, continuam proibidos em algumas localidades do Estado de Santa Catarina sob suspeita de contaminação pela toxina diarréica (DPS). 


Tão logo foi notificada sobre a situação, a Diretoria de Vigilância Sanitária (DVS) estadual adotou medidas para retirar esses animais do comércio e o impedir a venda ao consumidor. A medida se aplica também aos bares e aos restaurantes.


“Os moluscos bivalves não-inspecionados caracterizam-se por não garantir a rastreabilidade e sua procedência, não podendo ser comercializados. Por isso, devemos adotar medidas cautelares de apreensão e inutilização desses animais, conforme determina a legislação”, observa Raquel Bittencourt, diretora da DVS.


“A Cidasc prossegue monitorando o Litoral com mais análises. Assim que houver um comunicado sobre a desinterdição das áreas encaminharemos novas informações para as Regionais de Saúde, que deverão repassá-las aos municípios de sua abrangência”, complementa Raquel Bittencourt.


Outras localidades já estão livres das toxinas. O relatório emitido no dia 23/8 (sábado), pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), responsável pelo monitoramento, revogou a interdição para dez áreas de cultivo desses animais.


Novos exames realizados recentemente não detectaram a presença da toxina em áreas de cultivo das localidades de Laranjeiras, em São Francisco do Sul, Laranjeiras, em Balneário Camboriú, Praia do Cedro e Ponta do Papagaio, no município de Palhoça, Freguesia do Ribeirão, Costeira do Ribeirão, Caieira da Barra do Sul, Sambaqui e Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis.

Leia mais: Secretaria da Agricultura informa interdição preventiva das áreas de cultivo de ostras e mexilhões em Santa Catarina

Fonte: Ana Paula Bandeira, Secretaria de Estado de Saúde/SC.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.