26/05/2014

MMA e parceiros lançam campanha de coleta de resíduo eletroeletrônico

Computadores velhos: um dos alvos da campanha. Foto: Paulo de Araújo/MMA.

O Ministério do Meio Ambiente (MMA), em parceria com diversos órgãos, lança a campanha de coleta de resíduos eletroeletrônicos chamada “Eletro coletivo – nem tudo é lixo”. O material recolhido será encaminhado para a Organização da Sociedade de Interesse Público (OSCIP) Programando o Futuro, que fará o reaproveitamento dos resíduos e o descarte ambientalmente adequado do material que não for reutilizado.

Participam os ministérios de Minas e Energia, Turismo, Trabalho e Emprego, além da 11ª Região Militar do Exército, o Serviço Florestal Brasileiro, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Agência Nacional de Águas (ANA) e a Secretaria Geral da Presidência da República. A campanha ocorrerá durante a Semana do Meio Ambiente, de 2 a 6 junho, com a disposição de coletores em todos os órgãos parceiros, de acordo com o cronograma de cada um (verifique a lista no final do texto).

Os seguintes resíduos poderão ser depositados em um dos coletores disponíveis: computador, periférico, MP3 player, calculadora, agenda eletrônica, câmera fotográfica, televisor, CD, DVD, HD’s internos e externos, vídeo-cassete, DVD player, aparelho de som, controle remoto, forno microondas, secador de cabelo, prancha de cabelo, telefone, celular, bateria, pilha e cabo de força.

A coordenadora do programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que encabeça essa ação, Ana Carla Almeida, lembra que a doação de cada um desses itens contribuirá para a diminuição do descarte incorreto dos resíduos eletrônicos. Também ajudará na capacitação de jovens que utilizam o material em cursos de formação técnica de manutenção e reparação.

Os computadores recuperados serão doados para instituições que atuam na inclusão digital, como escolas, bibliotecas públicas e telecentros. Já o material que não pode ser reaproveitado é separado e encaminhado para a destinação ambientalmente adequada. O trabalho desenvolvido pela Programando o Futuro está alinhado com a Política Nacional de Resíduos Sólidos do Ministério do Meio Ambiente.

CIDADANIA

Após o encerramento da campanha, será feita a entrega simbólica do material recolhido à instituição, localizada na cidade de Valparaíso (GO). Programando o Futuro é uma estação de metarreciclagem, que atua na coleta, triagem e recuperação de computadores obsoletos, para que possam ser doados a iniciativas de inclusão digital. Além disso, também é um espaço de capacitação de jovens em situação de vulnerabilidade social, por meio de oficinas temáticas de formação técnica.

O recondicionamento desses equipamentos é feito por meio de limpeza, substituição e/ou acréscimo de componentes para melhoria de desempenho. Esse processo é realizado por alunos bolsistas da estação de metarreciclagem. Todo o material coletado é encaminhado para o Laboratório de Resíduos Eletrônicos, para serem desmontados e separados. Os componentes perigosos são encaminhados para empresas que realizam a descontaminação. Os materiais como plástico, ferro, alumínio, borracha, vidro, e cobre, são encaminhados para reciclagem.

Datas de recebimento:

02 a 06/06:

    - Ministério de Minas e Energia (MME)
    - Ministério do Turismo (MTUR)
    - 11ª Região Militar do Exército
    - Secretaria-Geral da Presidência da República 
    - Serviço Florestal Brasileiro (SFB)
    - ICMBIO
    - ANA

04 a 06/06:

    - Ministério do Meio Ambiente (MMA)
    - Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Fonte: Tinna Oliveira/ Ministério do Meio Ambiente.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.