26/08/2016 Prêmio Expressão de Ecologia reconhece o trabalho de 27 empresas e instituições do Sul

Prêmio Expressão de Ecologia reconhece o trabalho de 27 empresas e instituições do Sul

Representantes das 27 empresas e instituições receberam o Troféu Onda Verde. Foto: Eduardo Valente/ND.

 

Vinte e sete projetos receberam o Troféu Onda Verde pelo 23º Prêmio Expressão de Ecologia, nesta sexta-feira (26), durante o Fórum de Gestão Sustentável, na Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina). A maior premiação em defesa do meio ambiente no Sul do Brasil teve 129 projetos inscritos de 95 empresas, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e do Paraná. A homenagem é patrocinada pelo BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) e conta com apoio da Fatma (Fundação Estadual do Meio Ambiente) e da Fiesc. Entre os vencedores está o projeto “Neutralização do Carbono”, do Grupo RIC SC, premiado na categoria marketing ecológico.


O diretor da Editora Expressão, Rodrigo Coutinho, lembrou que o prêmio começou há 23 anos para reconhecer somente as entidades e as indústrias catarinenses, mas ganhou notoriedade. “A premiação foi criada após a realização da conferência Rio-92, quando as empresas deixaram de ser as vilãs e passaram a exercer papel de protagonistas em projetos sustentáveis”, disse.


Alexandre Waltrick, presidente da Fatma, ressaltou a necessidade de acertar com os erros das gerações passadas. “A interação entre o meio ambiente e a indústria é fundamental para a preservação das unidades de conservação. Porque só preservamos aquilo que conhecemos e, por isso, abrimos os parques estaduais para que a população tenha contato com fauna e flora”, afirmou.


Além de reconhecer as indústrias que mais investem na preservação do meio ambiente, a premiação compartilha as melhores práticas ambientais desenvolvidas no Sul do Brasil. O gerente de planejamento do BRDE, Felipe Castro de Couto, informou que 40 projetos sustentáveis receberam cerca de R$ 800 milhões em Santa Catarina.


O projeto do Grupo RIC SC, avaliou o impacto da geração de gases do efeito estufa nas atividades relacionadas aos anúncios que comercializa. Com isso, 8.000 mudas de espécies nativas foram plantadas. Com a neutralização das emissões provenientes das atividades administrativas, o esforço rendeu a certificação Carbono Neutro.


Frases

 

“Estamos acostumados a divulgar os bons exemplos e resolvemos participar efetivamente desse processo de investimento no meio ambiente”.


Marcello Corrêa Petrelli, presidente executivo do Grupo RIC SC


“A preocupação não pode ser apenas econômica, porque precisamos avaliar os impactos do aumento da nossa produtividade e desenvolver ações sustentáveis”.


Luis Rogério Pupo Gonçalves, diretor presidente do Porto de Imbituba


“Trabalhamos com o olhar para o futuro, com o objetivo de deixar um legado para as próximas gerações e, por isso, temos vários projetos de educação ambiental”.


Pedro Viriato Parigot de Souza Filho, administrador dos Terminais Portuários de Navegantes


“A descentralização vai nortear o setor elétrico, com casas, comércios e indústrias gerando a própria energia através de painéis solares e vendendo parte dela ao sistema”.


Eduardo Sattamini, diretor presidente da Engie



NÚMEROS DO PRÊMIO


129 projetos inscritos


95 empresas participantes


201.844 voluntários envolvidos


11.108.672 animais preservados


R$ 276,5 milhões em investimento nos projetos


R$ 540,7 milhões em investimento ambiental (2014)


R$ 63,4 bilhões em faturamento (2014)


Conheça os 27 projetos vencedores: http://expressao.com.br/ecologia/vencedores/15.php

Fonte: Michael Gonçalves - Notícias do Dia.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.