27/09/2013

Conheça os principais tópicos do relatório do IPCC

Estudos revelam que o homem tenha causado mais da metade do aquecimento global.
Foto:
 Latinstock

Responsabilidade
do homem

Os estudos do IPCC indicam que há mais de 95% de chances de que o homem tenha causado mais da metade do aquecimento global entre 1951 e 2010. A última edição do relatório, há seis anos, apontava para um percentual de 90%. A temperatura global deve aumentar pelo menos 2 ºC até 2100. Entre 1880 e 2012, a temperatura global subiu 0,85 ºC. 

 

Mais calor
O IPCC fez quatro cenários até 2100. Se houver menos emissões e mais políticas de combate ao aquecimento global, a previsão é que a temperatura suba entre 0,3 ºC e 1,7 ºC. Nos piores modelos, a previsão é que o calor aumente de 2,6 ºC a 4,8 ºC. As regiões áridas terão menos chuvas, e as úmidas, mais. “É importante ressaltar que o relatório fala de médias. Ou seja, em algumas regiões do país pode haver aumento de seis graus, com picos de mais de oito graus. A gente não está preparado para isso”, disse Carlos Rittl, Coordenador do Programa de Mudanças Climáticas e Energias do WWF-Brasil.

 

Emissões de gases-estufa
O IPCC diz que a atmosfera apresenta níveis de gases-estufa sem precedentes, considerando os últimos 800 mil anos. Para combater o aquecimento global, especialistas querem que os países e as empresas se comprometam a reduzir o lançamento de CO2.

 

Relatórios do IPCC
Este é o Quinto Relatório do IPCC, que será lançado em quatro partes, entre setembro de 2013 e novembro de 2014. Nesta sexta-feira, foi publicado o documento do Grupo de Trabalho I (sobre os aspectos científicos das mudanças climáticas). Entre os dias 25 e 29 de março de 2014, será a vez do Grupo de Trabalho II (analisando os impactos, a adaptação e a vulnerabilidade), que se reunirá em Yokohama, no Japão. O Grupo de Trabalho III (especializado na mitigação dos impactos das mudanças climáticas) está previsto para os dias 7 e 11 de abril em Berlim, na Alemanha. Por fim, será criado um relatório síntese, cujos trabalhos ocorrerão entre os dias 27 e 31 de outubro, em Copenhague, na Dinamarca.

 

Elevação dos oceanos
Entre 1901 e 2010, houve aumento de 19 centímetros do nível do mar. Os oceanos absorvem parte das emissões de gases-estufa e ficam mais ácidos, prejudicando a vida marinha. De acordo com o pior cenário do IPCC, o nível do mar pode aumentar 82 cm até 2100. E, no mais brando, fica entre 26 e 55 centímetros. A previsão é que 70% das regiões costeiras do planeta sofram com o avanço do mar.

 

Pausas do aquecimento
Apesar de não citar os chamados hiatos no aquecimento global no relatório de 2007, o IPCC os reconheceu no último relatório, lançado nesta sexta-feira. Entre 1998 e 2012, a taxa de aquecimento foi 0,05 ºC por década, contra 0,12 ºC de 1951 a 2012. Este fenômeno, porém, não contradiz as previsões de aquecimento do planeta.

Fonte: O Globo Ciência




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.